2012
22
Maio

Google, finalmente, completa a aquisição da Motorola

O Google finalmente conseguiu completar a aquisição da Motorola Mobility. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (22/05/2012) por ninguém menos que Larry Page, CEO e um dos fundadores da empresa. O negócio todo custou aos cofres da companhia pelo menos 12,5 bilhões de dólares.

O anúncio da aquisição foi feito em agosto de 2011, mas o processo só foi concluído agora porque compras como esta precisam passar pela aprovação de entidades regulatórias de vários países. No primeiro trimestre de 2012, autoridades da União Europeia e dos Estados Unidos já haviam dado “sinal verde” ao negócio. O mesmo aconteceu recentemente em relação ao governo chinês.

Em seu comunicado, Larry Page anunciou a saída de Sanjay Jha do cargo de CEO da Motorola. Este posto agora será ocupado por Dennis Woodside, executivo que foi responsável pelo crescimento do Google em mercados como Oriente Médio, Rússia e África, além de ter ajudado a empresa a aumentar sua receita nos Estados Unidos. Apesar da transferência de Woodside, ambos os negócios continuarão sendo administrados de maneira separada.

Atenta ao temor de que a aquisição possa fazer com que a Motorola tenha privilégios em relação ao Android, o Google tratou de explicar, desde o início, que o negócio tem como principal motivação a proteção da plataforma: a Motorola Mobility é dona de pelo menos 14,6 mil patentes, sem contar os pedidos de registro; ao possuí-las, o Google terá maior liberdade para implementar e manter recursos no Android, diminuindo os riscos de processos judiciais ou pagamentos exorbitantes de licenças.

De qualquer forma, o Google terá que tratar esta questão de maneira bastante cuidadosa. Como, obviamente, a empresa também deseja contar com a lucratividade da Motorola – a escolha de Dennis Woodside como CEO desta é prova disso –, qualquer movimento mais ousado envolvendo a plataforma Android e a recém-adquirida poderá ser visto como uma tentativa de privilégio.

Referência: Official Google Blog.

Comentários desativados em Google, finalmente, completa a aquisição da Motorola

2012
10
Maio

Mozilla e Google reclamam de limitações para seus navegadores no Windows RT

O Windows 8 logo mais estará entre nós e é óbvio que muitos desenvolvedores estão preparando seus softwares para a plataforma. E foi justamente neste processo que a Mozilla descobriu que o Windows RT, versão do Windows 8 para a arquitetura ARM, poderá rodar o navegador Firefox de maneira limitada. O Google manifestou a mesma preocupação em relação ao Chrome tão logo a Mozilla se pronunciou sobre o assunto.

Tela inicial do Windows 8 – Imagem por Microsoft

Tela inicial do Windows 8 – Imagem por Microsoft

O que acontece é que o Windows 8 terá, essencialmente, três formas de execução de aplicativos: uma delas utilizará um ambiente apropriado aos programas convencionais, como os que são compatíveis com o Windows 7, por exemplo; outra será específica para a interface Metro, que divide as informações visuais em blocos e salienta linhas retas e cores sólidas para fins de organização; a terceira também contempla a interface Metro, mas utilizando recursos do ambiente tradicional.

O problema é que, em relação a softwares de terceiros, o Windows RT permitirá acesso irrestrito apenas ao ambiente da interface Metro. No entanto, esta restrição não existe para o Internet Explorer. Na visão da Mozilla e do Google, esta situação coloca os navegadores concorrentes em desvantagem, uma vez que estes não poderão acessar recursos essenciais para oferecer desempenho e segurança ao usuário.

Até o momento, a Microsoft não se manifestou sobre o assunto, mas a Mozilla fez recomendações para que a empresa mantenha seus princípios, que consideram especialmente o respeito ao poder de escolha dos usuários. Do contrário, a exemplo do que já aconteceu em um passado não muito distante, a companhia poderá ter problemas legais por possíveis práticas monopolistas.

Referências: The Mozilla Blog, CNET News.

1
comentário

2012
02
Maio

Usa aceleração de hardware: Google lança jogo baseado no Google Maps

Sem fazer alarde, o Google disponibilizou recentemente na Web o jogo Cube, que é baseado no Google Maps. Trata-se de uma iniciativa capaz de mostrar não só o que é possível ser feito com o referido serviço, como também explorar uma característica presente nos navegadores atuais que é bastante divulgada, mas pouco testada: renderização de conteúdo a partir de aceleração de hardware.

Jogo Cube

O jogo em si é muito simples. Um cubo é exibido na tela, tendo um mapa de uma cidade importante – como Paris e Las Vegas – em cada lado. O usuário deve utilizar o mouse para guiar uma esfera até um ponto determinado de cada mapa no menor tempo possível. Há, ao todo, oito níveis no game. O vídeo abaixo exibe uma demonstração:

Para gerar as imagens, o Cube utiliza WebGL, uma especificação relacionada ao HTML5 criada para facilitar a exibição de gráficos 3D em navegadores. No entanto, como é de se esperar, seu funcionamento só é possível no Google Chrome. Nos testes para esta nota, o game até começou a ser carregado no Firefox, mas esta etapa não foi concluída.

Para jogar, basta acessar o endereço www.playmapscube.com (em inglês).

1
comentário

2012
25
abr

Google Drive terá suporte para Linux, diz funcionária da empresa

O Google Drive, serviço de armazenamento de arquivos nas nuvens do Google, foi lançado oficialmente ontem (24/04/2012) com suporte aos principais sistemas operacionais do mercado, incluindo o Android. A exceção ficou para o Linux, para completa decepção dos usuários desta plataforma. Mas, felizmente, isso pode mudar em breve.

Google Drive

De acordo com uma resposta referente ao assunto dada no Google + por Teresa Wu, funcionária do Google envolvida com o serviço, a companhia já está trabalhando em uma solução para fazer com que o Google Drive seja suportado oficialmente no Linux, de forma que os usuários deste sistema possam enviar e acessar arquivos no serviço de maneira fácil e rápida, assim como sincronizar este conteúdo com outros dispositivos.

O problema é que Wu não falou em prazo para que isso aconteça. Assim, por ora só resta aos usuários de Linux a opção de acessar o Google Drive via interface Web ou mesmo apelar para um serviço que já tenha compatibilidade com a plataforma, como o Dropbox.

Usuários de iPhone, iPad e iPod touch também não contam com acesso direto ao Google Drive, mas a empresa já havia comunicado que um aplicativo do Google Drive para iOS será lançado em breve.

Referência: SlashGear.

1
comentário

2012
11
abr

Com 170 milhões de usuários, Google+ ganha novo visual

De acordo com o Google, atualmente há cerca de 170 milhões de usuários no Google+, mas é claro que a empresa quer mais. Para isso, a companhia implementou na data de hoje (11/04/2012) um novo layout no serviço, que considera não apenas o aspecto visual, mas também a melhor integração com as várias ferramentas do Google.

O novo layout coloca os principais recursos do Google+ em uma coluna à esquerda da página e não mais no topo. Além disso, o conteúdo todo fica alinhado à esquerda. Este último é um ponto delicado da mudança, uma vez que, dependendo da resolução utilizada, há um espaço em branco considerável em relação à coluna da direita, onde fica a barra de chat. O vídeo abaixo dá mais detalhes:

Como em qualquer mudança deste porte, as opiniões dos usuários estão divididas. Mas o fato é que, com o novo layout, o Google+ consegue se diferenciar consideravelmente do Facebook, ou seja, passa a ter uma “identidade própria”, apesar de ainda haver uma ou outra semelhança, como a imagem personalizável no topo da página dos usuários (cover).

As mudanças contemplarão praticamente todos os recursos do Google+. De acordo com o Google, todos os usuários contarão com o novo visual ao longo dos próximos dias, de maneira progressiva. Assim, os usuários que permanecem com o visual antigo precisam apenas aguardar.

Referência: Blog do Google Brasil.

Comentários desativados em Com 170 milhões de usuários, Google+ ganha novo visual

2012
04
abr

Dois museus de São Paulo já podem ser visitados a partir do Google Art Project

São Paulo possui dois dos mais importantes museus brasileiros: A Pinacoteca do Estado e o Museu de Arte Moderna. Já pensou em poder visitá-los sem sair da frente do computador? Pois agora isso é possível: ambos agora podem ser visualizados no Google Art Project.

Google Art Project - Pinacoteca do Estado

Trata-se de uma iniciativa existente desde o início de 2011 que utiliza a tecnologia de captura e disponibilização de imagens do Google Street View, só que para museus, galerias de artes e afins. Atualmente, o Google Art Project fornece “visitas virtuais” em museus de cerca de 40 países, contemplando mais de 30 mil obras. Somente recentemente é que o Brasil entrou para esta preciosa lista.

Para visualizar os museus e suas respectivas obras, o usuário necessita apenas visitar o endereço www.googleartproject.com e utilizar as funcionalidades existentes no topo do site. É possível ainda utilizar a opção My Galleries para ter acesso rápido às suas imagens favoritas. O vídeo a seguir dá mais detalhes:

Referência: Blog do Google Brasil.

Comentários desativados em Dois museus de São Paulo já podem ser visitados a partir do Google Art Project

2012
28
mar

Agora é possível visualizar um resumo das atividades de sua conta no Google

Você sabe quantas mensagens seu Gmail recebe mensalmente? Quais os termos mais buscados por você recentemente? Quais dos vídeos que você enviou para o YouTube são mais populares? Estas e outras informações estarão disponíveis a partir de agora com a Account Activity, ferramenta que permite ao usuário visualizar um relatório das atividades realizadas em sua conta no Google.

Account Activity – Imagem por Google

Account Activity – Imagem por Google

Este tipo de informação é importante por vários motivos: você passa a ter noção de quais serviços mais utiliza no Google; pode verificar se sua conta está sendo utilizada indevidamente por terceiros (se, por exemplo, o relatório mostra acessos de uma país que você não frequentou recentemente, algo pode estar errado); fica mais fácil perceber quais informações o Google tem sobre você, especialmente depois da unificação de suas políticas de privacidade.

Para utilizar a novidade, tudo o que é necessário é acessar a página do Account Activity, preencher as informações solicitadas e aguardar. Você será notificado quando o próximo relatório estiver disponível – este processo pode levar alguns minutos ou até mesmo dias.

É claro que estes resumos são confidenciais, ou seja, cada usuário só pode ver os dados relacionados à sua própria conta.

Referência: Official Google Blog.

1
comentário

2012
22
mar

Já é possível ver a região amazônica no Google Street View

Que tal navegar pelo Rio Negro ou conhecer um pouco da floresta local por meio de uma visita virtual? Pois saiba que agora isso é possível: o Google disponibilizou recentemente no Google Street View imagens capturadas da região amazônica.

Afluente do Rio Negro no Street View – Imagem por Google

Afluente do Rio Negro no Street View – Imagem por Google

O trabalho de captura teve início em agosto de 2011 e é fruto de uma parceria entre o Google e a organização sem fins lucrativos Fundação Amazonas Sustentável (SAS). As imagens foram geradas a partir de um triciclo equipado com câmeras específicas para esta atividade. Para obter fotos dentro de rios, o triciclo foi fixado em embarcações. O vídeo abaixo dá uma ideia de como tudo foi feito:

As imagens da região amazônica podem ser vistas tanto no Google Maps (arraste o boneco amarelo para o mapa para visualizar) quanto no programa Google Earth. É possível visualizar os pontos mais interessantes na galeria do Amazonas do Google Maps.

Referência: Blog Oficial do Google.

Comentários desativados em Já é possível ver a região amazônica no Google Street View

2012
19
mar

Google Street View até em montanhas com neve da Espanha?

Já pensou na possibilidade de utilizar o Google Street View para conhecer as características de uma montanha coberta de neve da Espanha? Pois saiba que este cenário pode ser realidade em um futuro próximo: na semana passada, um snowmobile (moto de neve) foi vista na Sierra Nevada, Granada, aparentemente capturando imagens da região.

Conforme pode ser visto no vídeo abaixo, o veículo possui uma equipamento que lembra as câmeras de captura utilizadas pelo Google Street View. Além disso, é possível notar que o snowmobile tem adesivos amarelos que remetem ao serviço, assim como um adesivo azul que faz referência ao Google Maps:

É claro que pode se tratar de uma farsa, até porque a empresa não se pronunciou sobre o assunto até o momento. Por outro lado, sabe-que o Google utiliza veículos especiais para chegar a lugares inusitados ou de difícil acesso. Em agosto de 2011, por exemplo, a companhia usou um triciclo adaptado em cima de embarcações para capturar imagens da Amazônia. No Carnaval deste ano, um veículo parecido foi utilizado para capturar imagens de um desfile na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro.

No entanto, o que mais reforça a possibilidade de o Google estar mesmo capturando imagens de Sierra Nevada é o fato de um snowmobile muito parecido ter sido utilizado para este fim antes: no início de 2010, a empresa disponibilizou imagens de montanhas do Canadá no Google Street View. O vídeo abaixo dá mais detalhes:

Referência: Xataka.

Comentários desativados em Google Street View até em montanhas com neve da Espanha?

2012
13
mar

Abertas as inscrições para a edição 2012 do Google Code Jam

Google Code JamO Google Code Jam 2012 já está com as inscrições abertas. Para quem não sabe, trata-se de uma competição de programação que o Google promove anualmente onde os participantes devem resolver vários problemas dentro de um determinado intervalo de tempo. Podem participar estudantes ou programadores profissionais do mundo todo, com exceção para alguns poucos países, como Arábia Saudita e Cuba.

A exemplo do que aconteceu na edição 2011, o grande vencedor do Google Code Jam 2012 levará para casa um prêmio de 10 mil dólares. O segundo colocado receberá 2 mil dólares e, o terceiro, 1 mil dólares. O prêmio para os ocupantes da 4ª à 25ª posição será de 100 dólares.

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 13 de abril de 2012. No dia 28 do mesmo mês começam as rodadas on-line classificatórias, que acontecerão até junho. A final será realizada no escritório do Google em Nova York, Estados Unidos, no dia 27 de julho, com 25 finalistas.

O Google Code Jam é um evento bastante interessante não só por causa dos prêmios e dos problemas propostos, que são realmente desafiadores, mas também porque o Google costuma utilizar a competição para encontrar talentos. Assim, esta pode ser uma porta de entrada para quem deseja iniciar carreira na companhia.

Mais informações e cadastro em code.google.com/codejam (página em inglês).

Comentários desativados em Abertas as inscrições para a edição 2012 do Google Code Jam