Uso de Linux em aplicações críticas continua em crescimento nas grandes empresas

Tux - símbolo do LinuxUm estudo realizado pela The Linux Foundation em parceria com a Yeoman Technology mostra que o uso de Linux para aplicações críticas continua em franco crescimento entre as grandes empresas. Para chegar a esta conclusão, 355 profissionais de TI ligados a companhias com mais de 500 funcionários e receita anual de pelo menos 500 milhões de dólares foram entrevistados.

O levantamento mostra, por exemplo, que o uso de Linux cresceu 12,7% no último trimestre de 2012 em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto que na plataforma Windows este aumento foi de 3,2%. A utilização de outros sistemas baseados em Unix, por sua vez, recuou 24,1% no mesmo intervalo.

A pesquisa também constata que o Linux é, disparado, o sistema mais usado em aplicações de cloud computing: a plataforma está presente em 76% dos servidores destinados a este fim. Além disso, 74% das empresas avaliadas têm planos de utilizar Linux para os seus próximos serviços nas nuvens.

A tendência é a de que a adoção da plataforma em aplicações críticas continue aumentado expressivamente nos próximos anos. Para 2013, por exemplo, este crescimento deverá ser de 73% em relação a 2012. Além de serviços nas nuvens, contribui para este crescimento a demanda cada vez maior por soluções de Big Data.

Este cenário está fazendo com que a mão-de-obra especializada em Linux seja cada vez mais valorizada. A própria The Linux Foundation noticiou em fevereiro deste ano que a procura por profissionais que dominam a plataforma está acirrada, fazendo muitos recrutadores oferecerem salários acima da média e bônus para atrair estas pessoas.