Linux Foundation: procura por profissionais que dominam Linux está acirrada

Tux, símbolo do LinuxUm levantamento feito pela The Linux Foundation em parceria com a Dice, empresa especializada em empregos na área de Tecnologia da Informação, revela que a procura por profissionais com conhecimentos avançados em Linux está cada vez mais acirrada em empresas e demais instituições. Em outras palavras, está faltando talentos em Linux no mercado!

A procura por estes profissionais tem aumentado por diversos motivos, entre eles, o crescimento de soluções baseados em computação nas nuvens – em muitas companhias, a infraestrutura destes serviços está parcial ou totalmente baseada em servidores rodando Linux. Serviços baseados neste sistema também estão por trás de sites de comércio eletrônico, redes sociais, plataformas móveis e outros segmentos em constante crescimento.

Diante deste cenário, a The Linux Foundation e a Dice ouviram 850 gerentes de organizações de todos os portes e cerca de 2.600 profissionais especializados em Linux. Com base nesta pesquisa, foi possível constatar, por exemplo, que:

  • 93% dos empregadores planejam contratar pelo menos um especialista em Linux nos próximos seis meses;
  • 90% dos gestores de recrutamento enfrentam dificuldades para encontrar estes talentos;
  • Administradores de sistemas (sysadmin) são os profissionais mais visados, embora a procura por desenvolvedores também seja grande;
  • 75% dos profissionais entrevistados já empregados disseram ter recebido ao menos uma proposta nos últimos seis meses para trabalhar em outros projetos;
  • Para atrair estas pessoas, os recrutadores oferecem salários acima da média e bônus.

O relatório completo está disponível no site da Dice (em inglês, formato PDF).