Repórteres Sem Fronteiras divulga lista de países “inimigos” da internet

A organização internacional Repórteres sem Fronteiras (RSF) divulgou nesta semana uma lista intitulada “Inimigos da Internet”, referente a doze países onde a censura e o controle sobre o acesso à rede mundial de computadores é considerada alta.

A lista é composta pelos seguintes países: Arábia Saudita, Mianmar, China, Coreia do Norte, Cuba, Egito, Irã, Uzbequistão, Síria, Tunísia, Turcomenistão e Vietnã. Segundo a entidade, essas nações “transformaram suas redes em intranets, impedindo sua população de acessar informações consideradas ‘indesejáveis'”.

No caso da Arábia Saudita, por exemplo, a RSF informa que o país não chega, necessariamente, a filtrar o acesso a determinados sites, mas reprime blogueiros que fazem manifestações contra sua moral, independente da reivindicação.

Já no caso de Cuba, a organização informa que, embora cidadãos possam ter acesso à internet e a páginas estrangeiras, a disponibilização desse serviço é extremamente restrita e controlada pelo governo. No país, há apenas um provedor de internet, controlado pela ETEC SA (Empresa de Telecomunicaciones de Cuba S.A.).

Para ter acesso ao documento completo (em PDF, com 39 páginas, no idioma inglês), visite esta página.

Referência: ZDNet.