Pelo meio ambiente: Ubisoft começará a não fornecer manuais de papel em seus jogos

UbisoftSerá que os tradicionais manuais em papel que acompanham as caixinhas de jogos estão com os dias contados? No que depender da Ubisoft, sim, ao menos parcialmente. A empresa anunciou que, aos poucos, deixará de fornecer esses manuais nos games a serem lançados para os consoles PlayStation 3 e Xbox 360, a exemplo do que já começou a fazer com alguns títulos para PCs. Tudo em nome do meio ambiente. Pelo menos é o que a companhia afirma.

A ideia da empresa é a de fornecer as instruções dos manuais dentro dos próprios jogos. O primeiro título que estará dentro dessa condição será Shaun White Skateboarding, que deverá ser lançado próximo ao natal de 2010.

Mas não para por aí: a Ubisoft também tem planos de oferecer embalagens de games 100% recicláveis, inicialmente nos Estados Unidos. Para isso, teria estabelecido uma parceria com a empresa Technimark para criar uma caixa de DVD feita de polipropileno. O primeiro título a contar com esse tipo de material deve ser a versão para PCs de Tom Clancy’s Spinter Cell Conviction.

Se são iniciativas que podem ajudar o meio ambiente, são bem-vindas, obviamente. Mas há um pouco curioso nessa história: a Ubisoft não declarou nada sobre aplicar essas medidas nos games que lançar para os consoles da Nintendo, tampouco para o PlayStation Portable…

Referências: Gamasutra, Ubisoft.

2 comentários em “Pelo meio ambiente: Ubisoft começará a não fornecer manuais de papel em seus jogos”

  1. acho extrema piada a essas desculpas que as empresas agora arranjam para poupar/ganhar mais uns trocos. A desculpa da moda é o meio ambiente!
    – Não usem sacos de plástico, usem estes ecológicos, custam 1€ cada.
    – Não usem detergentes normais, usem este ecológico que custa mais 3€
    – Vamos dispensar a nossa sala de impressão, poupamos luz e assim o meio ambiente, poupamos papel e o meio ambiente, poupamos trabalhadores que fumam no emprego e em consequência o meio ambiente.

    Não que seja contra, acho que deve ser de extrema importância haver iniciativas para poupar o ambiente, só que custa é ver que a usam para sacar mais uns trocos do pobre consumidor que cai nessas campanhas de marketing!

Os comentários estão fechados.