Microsoft e Amazon fecham acordo para compartilhar patentes

Microsoft e Amazon anunciaram hoje um acordo não esperado pela indústria: o estabelecimento de uma parceria entre ambas para o compartilhamento de patentes. Com isso, cada empresa poderá fazer uso de determinadas tecnologias da outra, sem que isso implique em pagamentos adicionais ou dificuldades de licenciamento.

Nenhuma das companhias informou quais patentes estão envolvidas no acordo, mas sabe-se que, pelo lado da Amazon, estarão disponíveis tecnologias relacionadas ao leitor de e-books Kindle e a serviços de cloud computing com servidores baseados em Linux, por exemplo.

Microsoft e Amazon

Também há a informação de que a Amazon pagará um valor não revelado à Microsoft como parte do acordo, o que indica que esta última fornecerá um número maior de patentes ou até mesmo dará à Amazon acesso a tecnologias mais sofisticadas.

A Microsoft informou que, desde dezembro de 2003, já estabeleceu mais de 600 acordos similares a esse com companhias como Apple, HP, LG, Pionner e Samsung. A empresa fornece mais detalhes sobre esse tipo de licenciamento no seguinte link: www.microsoft.com/iplicensing.