Gartner: áreas de TI gerarão 4,4 milhões de empregos até 2015

Teclado de computador - Imagem ilustrativaUm estudo feito pelo instituto de pesquisas Gartner aponta que as diversas áreas da Tecnologia da Informação (TI) deverão gerar pelo menos 4,4 milhões de novas vagas de emprego até 2015 no mundo todo. A estimativa foi revelada por Donald Feinberg, analista da entidade, durante o evento CIAB FEBRABAN 2013, que aconteceu em São Paulo (SP) na semana passada.

A causa desta demanda é a busca cada vez maior das empresas por soluções baseadas em computação nas nuvens e em serviços móveis, por exemplo. No entanto, boa parte das novas vagas estará relacionada diretamente a serviços de Big Data.

O cenário parece promissor, mas Feinberg aponta também uma substancial limitação: a previsão é de que apenas um terço destas 4,4 milhões de vagas seja devidamente preenchido. Os demais cargos ficarão em aberto por causa de um problema já considerado crônico por muitos gestores de TI: a falta de mão de obra especializada.

Na visão do analista, instituições de ensino do mundo todo têm falhado em preparar estudantes para absorver conhecimentos específicos, situação que é vista como principal causa para a falta de cobertura de vagas no setor.

Esta situação também é realidade no Brasil: de acordo com um estudo feito pelo IDC por encomenda da Cisco e divulgado em março deste ano, mais de 75 mil cargos de TI não serão ocupados em 2013 no país por causa da escassez de profissionais com habilidades específicas.

Referências: INFO, IT Web.