Pendrives do mau!

Vírus de computadorSe um aparelho qualquer está muito barato no Brasil, pode ter certeza, está muito mais barato em vários outros países. No entanto, é difícil de acreditar que um dispositivo possa ficar tão barato, que alguém o perde propositalmente para aplicar golpes (a não ser que o aparelho tenha sido roubado…). De acordo com uma matéria do jornal inglês The Register, é exatamente isso que um grupo de “espertinhos” andou fazendo em uma localidade de Londres.

O grupo espalhou pendrives infectados com um cavalo-de-tróia em pontos estratégicos de um estacionamento. O tal cavalo-de-tróia se ativa sozinho assim que o pendrive é conectado ao computador e, a partir daí, passa a monitorar as atividades do usuário para capturar informações sigilosas, especialmente dados bancários. O truque dos criminosos foi bem planejado: eles sabem que a maioria das pessoas que encontram um pendrive em qualquer lugar o conecta em um computador para ver seu conteúdo. O local escolhido para espalhar os pendrives certamente é freqüentado por indivíduos com poder aquisitivo relevante, portanto, são pessoas mais propícias a usar sites de netbanking.

É pouco provável que alguém resolva aplicar esse golpe por aqui, mesmo assim, é bom ficar atento: há vários vírus e outras pragas digitais que podem usar não só e-mails e sites de conteúdo duvidoso para se propagar, como qualquer dispositivo de armazenamento, incluindo pendrives. Isso quer dizer que também é necessário tomar cuidado com o computador em que você conecta seu dispositivo, especialmente se ele for público.

Referências: Blogantivirus, The Register.

Emerson Alecrim