Review: Asus Eee PC 701

Já não é mais necessário se fechar num quarto ou num escritório para acessar a internet e as principais funcionalidades que um computador oferece. A cada vez mais comum combinação de redes sem fio (wireless) com dispositivos portáteis permite o uso desses recursos em qualquer lugar e a qualquer hora. Um dos dispositivos que atendem a essa nova necessidade é a linha de UMPC (Ultra Mobile PC) Eee PC, da Asus. Esses mini-notebooks (ou sub-notebooks) caíram nas graças de milhares de pessoas que precisam de mobilidade, inclusive deste que vos escreve.

Para ajudar aqueles que gostariam de adquirir um Eee PC ou simplesmente para saciar a curiosidade daqueles que desejam saber mais sobre esses "grandes portáteis" da Asus, decidi fazer um review, isto é, uma análise do Eee PC que possuo, e contar alguns detalhes que o cercam.


Apresentando o Eee PC

Com os vários compromissos que costumo ter, precisava de um computador que me permitisse acessar as aplicações que mais necessito nos mais variados lugares. A primeira opção seria a de andar com um notebook para cima e para baixo, mas até os laptops com as menores dimensões e pesos se mostravam como um verdadeiro incômodo no transporte. Necessitava de algo que fosse realmente pequeno e leve, mas que me permitisse utilizar os principais recursos que preciso em um computador.

Foi então que, certa vez, li a notícia de que Nicholas Negropontes, renomado professor do MIT (Massachusetts Institute of Technology), anunciara o projeto de um "notebook de 100 dólares" voltado à educação de crianças em países pobres. Mas, ao ver que se tratava de algo leve e pequeno, disse a mim mesmo que compraria um, caso os softwares oferecidos pudessem me atender. Porém, pouco tempo depois, o assunto virou uma febre e, tão logo soube do projeto do Eee PC, decidi que era um portátil dessa linha que eu ia comprar. Em janeiro de 2008, o fiz.

Asus Eee PC 701
Asus Eee PC 701

Recursos de hardware

O modelo que escolhi é a versão de cor branca do Eee PC 701, que pesa cerca de 920 gramas e, até o fechamento deste texto, era praticamente o único modelo comercializado (via importação) no Brasil. O hardware dessa versão é composto pela seguinte configuração:

- Processador Intel Celeron M 353 ULV 900 MHz;
- Memória RAM DDR2, 667 MHz, de 512 MB (expansível até 2 GB);
- Memória Flash de 4 GB (em substituição ao HD);
- Tela LCD TFT de 7" e resolução de 800x480 pixels;
- Webcam de 0,3 megapixels;
- 3 portas USB 2.0;
- 1 porta Ethernet;
- Saídas para microfone e fone de ouvido;
- Saída VGA;
- Leitor de cartões de memória SD/MMC;
- Microfone embutido;
- Wireless 802.11b/g Atheros AR5BXB63;
- Bateria de 4 células, Li-Ion, 5200 mAh;
- Touchpad com botão e rolagem de tela;
- Áudio Realtek ALC6628;
- Vídeo Intel GMA 900;
- Entrada Kensington lock para prender o Eee PC a um cabo de segurança.

Comparando o tamanho do Eee PC com o de um livro
Comparando o tamanho do Eee PC com o de um livro

Num primeiro momento, essa configuração pode parecer fraca, mas é suficiente para rodar de maneira satisfatória editores de textos, planilhas, navegador de internet e ainda ouvir música. Vídeos e alguns jogos também rodam sem travamentos. Mesmo assim, o usuário que preferir pode inserir até 2 GB de memória RAM no Eee PC. Note, no entanto, que é necessário substituir o módulo de memória existente no portátil, já que há apenas um slot para isso.

As dimensões do Eee PC (225 × 165 × 21~35 mm) fazem com que seja necessário algum tempo para se acostumar com ele. A primeira coisa que causa estranheza é o tamanho da tela, de apenas 7". Quem está acostumado com telas de 15, 17, 19 ou mais polegadas vai estranhar bastante. A sensação de que tudo é apertado na tela é eminente e só passa após um período de adaptação, onde se percebe que é possível fazer muitas atividades com essa tela, mesmo tendo que usar constantemente barras de rolagem e mover janelas que ultrapassam os limites de visualização (para isso, é necessário pressionar a tecla Alt e o botão esquerdo do touchpad e movimentar o cursor neste, tudo ao mesmo tempo).

A área útil do Eee PC tem o tamanho de um mousepad
A área útil do Eee PC tem o tamanho de um mousepad

A segunda coisa que causa estranheza é o tamanho das teclas. Quem tem mãos grandes provavelmente terá dificuldades na digitação. Como esse não é o meu caso, consegui me adaptar bem e, em pouco tempo de uso, já estou digitando quase que no ritmo no qual estou habituado. De maneira geral, as teclas são pequenas, sim, mas podem ser consideradas grandes para um laptop tão pequeno. Ao contrário de outros notebooks que já usei, o teclado do Eee PC é macio e, ao mesmo tempo, não é mole ao ponto de causar a impressão de que a tecla se soltará. Vale frisar que, até o momento do fechamento deste artigo, a Asus não havia lançado nenhuma versão do Eee PC com o layout de teclado usado no Brasil (e, sinceramente, duvido muito que isso venha a acontecer). Isso significa que a disposição das teclas de acentos é diferente e não conta com a tecla Ç. Mais para frente do texto apresento soluções para esse problema.

O teclado do Eee PC
O teclado do Eee PC

Assim como acontece na maioria dos notebooks, o Asus Eee PC também vem com teclas de funções especiais, que devem ser usadas em conjunto com o botão Fn. Se você pressionar Fn + F1, fará com que o portátil entre em modo de descanso (stand-by). Se pressionar Fn + F2, o serviço de WiFi será ativado ou desativado. Se usar Fn + F3, o brilho da tela é diminuído. O Contrário ocorre se a combinação pressionada for Fn + F4. Se você conectar um monitor de vídeo ou um data-show no Eee PC, é possível exibir as imagens no dispositivo pressionando Fn + F5. Pressione Fn + F6 para ativar o gerenciador de tarefas (onde é possível visualizar os processos em andamento e, inclusive, "matá-los"). Se quiser deixar o Eee PC temporariamente sem som, basta pressionar Fn + F7. Utilize a combinação Fn + F8 para aumentar o volume do áudio, e Fn + F9 para diminuir. A combinação Fn + F11 é bastante interessante: ela faz com que o teclado numérico - mostrado na foto abaixo - seja ativado. Por fim, se necessitar da função Scroll Lock, basta pressionar Fn + F12. Devo informar que não testei essas combinações no Windows XP.

Teclas para funções especiais
Teclas para funções especiais

Teclado numérico "embutido"
Teclado numérico "embutido"

Ao falar do teclado, não posso esquecer do seu companheiro touchpad, que executa as funções que, num PC convencional, pertencem ao mouse. O touchpad do Eee PC é pequeno. Para efeitos comparativos, mal cabem dois cartões de memória SD lado a lado em cima dele. Esse dispositivo, no entanto, funciona muito bem. Conta até com uma barra de rolagem lateral (basta passar o dedo sob o desenho dessa barra para movimentar a rolagem do que é exibido na tela). Junto ao touchpad, há um botão metálico que faz as vezes dos botões de um mouse. Sua utilização é simples: aperte o botão mais à esquerda para simular o clique de um botão esquerdo do mouse (também é possível fazer isso dando um ou dois toques rápidos e seguidos no touchpad). Para simular o clique direito, basta pressionar o botão mais à direita. Me acostumei rápido a essa esquema, mas confesso que achei o botão metálico duro demais.

Touchpad do Eee PC ao lado de um cartão SD
Touchpad do Eee PC ao lado de um cartão SD

Como a maioria dos laptops atuais, o Eee PC também conta com uma webcam que, a propósito, apresenta uma qualidade de imagem melhor que a de muitos notebooks que já utilizei. Pode até servir de "quebra-galho" para quando um câmera fotográfica não estiver ao alcance.

Câmera do Eee PC
Câmera do Eee PC

Câmera do Eee PC em uso
Câmera do Eee PC em uso

Áudio também não é problema para o Eee PC. Há uma saída de som nas laterais esquerda e direita que, para meu espanto, conseguem reproduzir áudio com uma qualidade muito boa para um dispositivo tão pequeno. Obviamente, não é possível contar com reprodução de graves, mas para isso pode-se utilizar fones de ouvido.

O grande "barato" do Eee PC, no entanto, é no quesito conectividade. O aparelho conta com 3 portas USB 2.0 e oferece um leitor de cartões SD/MMC que compensa a ausência de um HD (também não há leitor de CD/DVD). Este, aliás, é um componente não implementado pela Asus por vários motivos: redução de custos, economia da carga da bateria (o HD consome muita energia) e redução de peso.

Leitor de cartão SD, porta USB, saída VGA e Kensington lock
Leitor de cartão SD, porta USB, saída VGA e Kensington lock

Ainda no que se refere à conectividade, o Eee PC conta com uma saída VGA, que permite exibir o conteúdo de sua tela em um monitor de vídeo convencional ou em um data-show. Conta também com uma porta Ethernet, para conectá-lo a uma rede com fio. Ao lado da porta Ethernet, há uma entrada bloqueada que, inicialmente, serviria para ligar o dispositivo a um modem de acesso discado. No entanto, a Asus optou por não oferecer esse recurso como padrão. É claro que o Eee PC também conta com rede wireless (sem fio). O padrão usado é o 802.11g, e o módulo é um Atheros. A captação de sinal funciona muito bem e, na maioria dos casos, é possível estabelecer uma conexão sem qualquer anormalidade.

Porta ethernet, porta USB, conectores de áudio e microfone
Porta ethernet, porta USB, conectores de áudio e microfone

A borda à direita do touchpad apresenta 4 leds: o primeiro indica que o Eee PC está ligado e pisca quando este se encontra em stand-by; o segundo informa que a bateria está sendo recarregada; o terceiro indica quando a memória Flash está sendo usada; por fim, o quarto indica quando a rede Wileress está ativa.

Leds no Eee PC
Leds no Eee PC

Escrevi boa parte deste texto à beira de um lago no sítio de um amigo. Obviamente, não há tomadas nesse ponto do lugar, razão pela qual tive que contar com a bateria do Eee PC para mantê-lo ligado. A Asus afirma que a duração da carga da bateria pode chegar a 3 horas e meia. Com a finalidade de confirmar isso, cronometrei o tempo em que consegui utilizar o Eee PC à beira do lago: 3 horas e 8 minutos. Nada mal, se levarmos em conta que eu também utilizava as saídas de áudio para ouvir música. Só para efeitos comparativos, vale lembrar que muitos dos notebooks atuais mal conseguem suportar duas horas longe da tomada. Mesmo assim, às vezes é melhor conectar o Eee PC na tomada durante o seu uso. Isso não é problema, pois o seu carregador de energia é pequeno, leve e tem um cabo longo (não medi, mas deve ter uns 2,5 metros), aumentando os limites de movimentação do usuário.

Eee PC e a bateria com duração de até 3h30
Eee PC e a bateria com duração de até 3h30

Como não havia mesas disponíveis na beira do lago em que eu estava, apoiei o Eee PC em uma das minhas pernas para utilizá-lo. Daí pude avaliar o quão o aparelho esquenta. O que posso dizer quanto a isso é que não é nada muito diferente dos demais notebooks que existem por aí. O Eee PC esquenta, mas não ao ponto de incomodar o suficiente para tirá-lo do colo (pelo menos no meu caso). Aliás, um amigo meu teve a impressão de que ele esquenta menos que o MacBook que aparece ao seu lado na foto abaixo:

Eee PC ao lado de um MacBook, de um Nintendo DS e de um iPod
Eee PC ao lado de um MacBook, de um Nintendo DS e de um iPod

Uma coisa existente no Eee PC 701 e que, até o momento, não precisei usar, é um minúsculo orifício na parte traseira que serve como Reset (basta inserir um objeto de ponta fina para isso). Se o dispositivo "congelar" ou se algum aventureiro estiver disposto a fazer modificações ou testes, esse pode ser um recurso útil.

E como não poderia deixar de ser, também é possível acessar o Setup do BIOS para conferir detalhes do hardware do Eee PC ou para alterar configurações. Para acessá-lo, basta pressionar a tecla F2 assim que o portátil for ligado. É necessário ser rápido, pois o processo de boot é concluído em pouco tempo.

Setup do Eee PC
Setup do Eee PC

Recursos de software

A Asus habilitou o Eee PC para ter como sistema operacional uma versão especial da distribuição GNU/Linux Xandros, além do Windows XP. Embora a Asus tenha lançado o Eee PC no Japão com o sistema operacional da Microsoft pré-instalado, o portátil é comercializado com o gratuito Xandros. Imagino eu que é para reduzir o seu preço, afinal, o Eee PC é acompanhado de um DVD que contém, entre outras itens, drivers e ferramentas para o Windows.

Pelo o que pude constatar em fóruns sobre o assunto, a maioria dos usuários do Eee PC decide instalar o sistema da Microsoft. Eu, no entanto, preferi manter o Xandros, já que a versão usada dessa distribuição é otimizada para rodar no Eee PC. Além disso, sua manipulação é fácil e não requer grandes conhecimentos de Linux para o seu uso. Sendo assim, neste tópico, abordarei as características de software do Eee PC levando em consideração apenas o sistema operacional Xandros.

Quando o Eee PC é ligado pela primeira vez, o usuário deve fornecer alguns dados, como nome e senha. Quando esse procedimento é concluído e a interface gráfica do usuário é inteiramente carregada, uma tela como a que é exibida abaixo é mostrada:

Interface Easy Mode
Interface Easy Mode

Essa interface - chamada de Easy Mode - é bastante prática, pois divide as aplicações disponíveis em guias (tabs), facilitando a localização do software desejado. Como exemplo, a guia Internet oferece atalhos para o navegador de internet, para o aplicativo de relógio mundial, para o Skype, para configurações de rede, entre outros. A guia Work contém atalhos para os programas do OpenOffice.org, para o leitor de PDFs, para o aplicativo de notas, para o gerenciador de arquivos, enfim.

O usuário, entretanto, pode ter interesse por uma interface do estilo desktop, isto é, que possua uma área de trabalho com ícones e pastas, uma barra com menus de acesso a aplicados, etc. Fazer isso é perfeitamente possível no Xandros, e esse modo recebe o nome Full Desktop, mas requer a instalação de alguns pacotes para ser ativada. O procedimento, no entanto, é simples, já que exige apenas uma conexão com a internet e a execução dos seguintes passos:

1 - Abra um terminal digitando os botões Ctrl, Alt e T ao mesmo tempo;
2 - Em seguida, digite sudo bash;
3 - Depois, digite apt-get update;
4 - Em seguida, digite apt-get install kicker e pressione a tecla Y para confirmar, quando solicitado;
5 - Agora, digite apt-get install ksmserver e pressione Y para confirmar, quando solicitado;
6 - Digite exit para sair da conta root;
7 - Por fim, digite exit para sair do terminal.

Essas instruções foram retiradas do site DownloadSquad.

Quando o Full Desktop estiver integralmente instalado, basta clicar no botão Power On/Off e escolher o ícone correspondente para acessá-lo, conforme mostra a imagem a seguir (se o procedimento explicado acima não for executado, o ícone do Full Desktop não aparece):

Acessando o Full Desktop
Acessando o Full Desktop

Quando o Eee PC for reiniciado, muito provavelmente carregará o Easy Mode novamente. Se preferir deixar o Full Desktop como padrão, basta fazer o seguinte: no Easy Mode, vá à guia Settings e escolha Personalization. Na janela que surgir, clique no item Full Desktop Mode e dê Ok. Em seguida, basta reiniciar o portátil.

Para acessar o Easy Mode quando o Full Desktop estiver sendo executado, basta apertar o botão Home (o que possui o desenho de uma casa) ou clicar no menu Launch e selecionar a opção Easy Mode.

Botão HomeBotão Home

Por se mostrar mais personalizável e por prover recursos pelos quais me interesso, preferi fazer uso do Full Desktop, mas notei um problema: todos os arquivos e atalhos que eu criava na área de trabalho sumiam quando o Eee PC era desligado e ligado novamente. Neste link (em inglês), indicado na página do DownloadSquad, encontrei uma solução para o problema.

O modo Full Desktop
O modo Full Desktop

Como informado no tópico anterior, o teclado do Eee PC não é adaptado de fábrica para funcionar no Brasil, razão pela qual a acentuação não acontece da maneira esperada. Para resolver esse problema, encontrei as seguintes soluções:

- Para o Easy Mode: vá à aba Settings, clique em Personalization e confira se a opção Keyboard Layout está configurada para English/International. Se não estiver, selecione esta opção e clique em Ok e em Ok novamente. Vá à aba Work e clique em Documents. Em seguida, pressione as teclas Ctrl + Espaço ao mesmo tempo - uma barra com a informação English/European vai surgir no canto inferior direito da tela. Feche o programa Documents (que, na verdade, é o editor de textos Writer do OpenOffice.org) e, na barra de tarefas (parte inferior da tela), localize o item Input Method. Clique com o botão da direita do touchpad sobre este ícone e, em seguida, no item SCIM Setup. Na janela que surgir, vá em Global Setup, especifique o item Keyboard Layout para Portuguese (Brazil US accents), marque a opção Share the same input method among all applications e clique no botão com as reticências, na frente da opção Trigger. Agora, clique em Delete e em Ok. Clique na opção GTK e, no menu Show, selecione a opção Never. Na parte inferior da janela, clique no botão Apply, em Ok e em Ok novamente. Agora, basta reiniciar o sistema. Essa dica foi retirada desta página.

- Para o Full Mode: clique em Launch, vá ao menu Control Center e escolha o item de mesmo nome. Em seguida, vá à opção Peripheral e, nela, clique em Keyboard Layout. Na parte da direita da janela, vá à aba Layout e escolha a opção Generic 105-key (Intl) PC. Em Active Layouts, verifique se a opção existente é U.S. English (US). Caso essa opção não exista, selecione-a na caixa à esquerda e clique em Add. Mantendo a opção U.S > English (US) selecionada, vá ao menu existente em Layout variant, na parte inferior da janela (talvez seja necessário rolar a tela para baixo para visualizar essa parte). Nesse menu, escolha o item intl. Clique em Apply e feche o Control Center. Agora, o Eee PC deverá fazer as acentuações corretamente no modo Full Desktop. Essa dica retirada desta comunidade no Orkut.

Em ambos os modos, você pode pressionar Alt + , (botão da vírgula) ao mesmo tempo para o caractere ç aparecer.

O botão Power On/Off do Eee PC
O botão Power On/Off do Eee PC

Após realizar esses ajustes é que passei a utiliza o Eee PC pra valer. O Xandros vem com uma quantidade razoável de aplicativos, entre eles, o navegador Mozilla Firefox, a suíte de escritório OpenOffice.org, o tocador de vídeo SMPlayer, o tocar de áudio Amarok, o cliente de e-mail Thunderbird, o serviço de VoIP Skype, o leitor de PDF Adobe Reader, o comunicador instantâneo Pidgin (compatível, entre outros, com o Windows Live Messenger e com o Google Talk), além de jogos, aplicativos educativos, etc. O ambiente gráfico utilizado é o KDE.

Utilizando o Firefox em tela cheia no Eee PC
Utilizando o Firefox em tela cheia no Eee PC

Utilizando o Firefox no modo normal
Utilizando o Firefox no modo normal

Há quem reclame do KDE por achá-lo pesado, mas a versão preparada para o Eee PC executa sem qualquer tipo de lentidão.


Finalizando

A nomenclatura "Eee" vem do slogan "Easy to Learn, Easy to Work, Easy to Play" ("Fácil de aprender, Fácil de trabalhar, Fácil de jogar"). O Eee PC, no entanto, também é fácil de vender! Toda a sua portabilidade, o seu design "sóbrio" e, ao mesmo tempo, elegante, os recursos que oferece e a proposta de atingir os mais variados públicos, faz com que a procura por esse "pequeno notável" seja incrivelmente grande. A Asus, que até então era conhecida quase que exclusivamente pela fabricação de placas-mãe, viu o seu nome ser referência para um dos segmentos mais promissores da atualidade: o de UMPCs.

Executando vídeo no Eee PC
Executando vídeo no Eee PC

Diante de tanto sucesso, surgiram até sites especializados só no Eee PC. Eis alguns:

- www.eeeuser.com (em inglês);
- www.myasuseee.com (em inglês);
- www.eeebrasil.com (em português);
- www.orkut.com/Community.aspx?cmm=40582796 (comunidade no Orkut).

E o futuro da linha Eee PC é promissor. No momento em que esse artigo era finalizado no InfoWester, a Asus planejava lançar modelos mais incrementados, como telas de 8, 9 e 10 polegadas, e com sensibilidade ao toque! E não é surpresa que isso aconteça. O sucesso do Eee PC aguçou os instintos da concorrência, portanto, a Asus não pode ficar parada. O futuro será mesmo portátil!

Se você quiser ver as fotos utilizadas neste artigo em tamanho maior, além de outras que foram descartadas para o review, acesse este link.




Emerson Alecrim, em 14_02_2008.