Portabilidade numérica completa um ano no Brasil

Imagem de telefone celularA Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom) divulgou recentemente um relatório que mostra que, em um ano de operação, mais de 2,8 milhões de pessoas efetuaram pedidos de portabilidade numérica, benefício que permite ao usuário trocar de operadora de telefonia mantendo o número de sua linha. Desses, aproximadamente 2 milhões de pedidos já foram atendimentos.

Dos 2,8 milhões de pedidos feitos, cerca de 1,8 milhão (65%) correspondem a linhas de telefones celular, enquanto que aproximadamente 964 mil (35%) são atribuídos às linhas fixas. Desse total, 1,4 milhão (68%) de alterações foram efetuadas na telefonia celular. Na telefonia fixa, esse número corresponde a 671 mil (32%) alterações.

A portabilidade numérica começou a funcionar apenas nas localidades atendidas por um conjunto de 8 DDDs (Discagem Direta à Distância) e, aos poucos, foi sendo implementada nos demais locais, até atender por completo os 67 códigos DDD disponíveis no Brasil.

Vale frisar que, para pedir alteração de operadora mantendo o número da linha, o usuário deve, inicialmente, efetuar essa solicitação à prestadora da qual deseja ser cliente. Esse pedido é então encaminhado à ABR Telecom, entidade que tem a função de administrar todas os procedimentos que envolvem portabilidade numérica. Esta, por sua vez, dará sequência ao procedimento junto à operadora na qual o usuário ainda é cliente. Em média, a migração, quando não há nenhum entrave, leva 5 dias úteis para ser efetuada.

Referências: Agência Brasil, ABR Telecom.