Pesquisa da AVG mostra que 86% dos brasileiros não protegem seu smartphone com senha

Smartphone - imagem ilustrativaA AVG Tecnologies divulgou nesta semana os resultados de uma pesquisa que analisa o comportamento dos brasileiros no que diz respeito à segurança em dispositivos móveis. O levantamento deixou claro que a maioria dos usuários está ciente dos riscos neste meio, embora muitos ainda não  tomem as medidas preventivas necessárias.

Uma das constatações é a de que 86% dos usuários entrevistados não utilizam senhas para bloquear seus smartphones. Com isso, dados pessoais armazenados no aparelho podem facilmente cair em mãos erradas caso o dispositivo seja furtado ou perdido, por exemplo. No que diz respeito a tablets, este número cai consideravelmente, mas ainda é alto: 46%.

Por outro lado, a pesquisa mostra que os usuários estão mais atentos aos perigos das redes Wi-Fi públicas: 88% das pessoas ouvidas disseram usar serviços do tipo, mas apenas 26% destes indivíduos declararam realizar transações de internet banking nestas redes. De fato, operações bancárias e outras que envolvam dados muito particulares devem ser feitas em computadores e redes particulares sempre que possível.

A pesquisa mediu também a preocupação com a privacidade: 32% dos usuários afirmaram recear que fotos da família e de amigos sejam expostas; 21% se preocupam com a interceptação de senhas e informações financeiras; 21% temem o vazamento de imagens íntimas; e 9% se importam com o risco de visualização de seus dados telefônicos por terceiros.