Opera 15, com WebKit, já pode ser baixado

Em fevereiro deste ano (2013), a Opera Software prometeu trocar o “motor” de renderização do navegador que leva o seu nome pelo WebKit (na verdade, pelo Blink, projeto derivado deste último), engine que também é utilizada por browsers como Chrome e Safari. Promessa feita e cumprida: nesta terça-feira (02/06/2013), a versão final do Opera 15, a primeira a contar com esta característica, foi oficialmente lançada.

Depois de instalar o programa, o primeiro detalhe que o usuário nota é a reestilização do visual. Não é nada muito agressivo: o botão Opera, no canto superior esquerdo, continua lá, tal como a disposição das abas. A diferença está, essencialmente, no uso massivo de linhas retas que implica também na eliminação de cantos arredondados.

Opera 15

Opera 15

Mas, o aspecto mais importante é o desempenho e, neste ponto, o Opera 15 não faz feio: o navegador abre páginas rapidamente, executa JavaScript, CSS e HTML5 em tempo hábil, alterna entre abas imediatamente, não se mostra – pelo menos nos testes feitos para esta nota – um grande consumidor de memória RAM, enfim.

Por outro lado, é bom frisar, o usuário não encontrará nesta versão recursos clássicos do navegador, como o cliente Mail, o Opera Link e a ferramenta de bookmarks (marcadores).

Para baixar o Opera 15, basta visitar a página www.opera.com. A novidade conta com versões para OS X e Windows.