Jogo Crysis atinge alto nível de pirataria e preocupa Crytek

Jogo CrysisDe acordo com uma matéria publicada no site Next Generation, o famoso jogo Crysis pode ter batido recordes de pirataria. A empresa Crytek, responsável pelo desenvolvimento do game, afirmou que não pode revelar números exatos, no entanto, Harald Seeley, um dos executivos da companhia, disse estar impressionado com a quantidade absurda de cópias ilegais de Crysis.

Por conta disso, a Crytek pensa em não desenvolver mais jogos exclusivos para PCs: “foi uma grande lição para nós e acredito que não vamos mais lançar títulos exclusivos para PCs no futuro. Suportaremos essa plataforma, porém não mais de maneira exclusiva”, disse o presidente da empresa, Cevat Yerli.

Harald Seeley ainda afirmou que a Crytek vem estudando várias soluções para combater a pirataria de seus jogos, mas acha conveniente não tornar esses planos públicos.