De novo: Nokia abre processo judicial contra Apple

A finlandesa Nokia abriu mais um processo judicial contra a rival Apple por supostas quebras de patentes. Sim, mais um. O primeiro foi movido em outubro de 2009, ação que gerou uma interessante reação por parte da empresa de Steve Jobs. Desta vez, as patentes estão relacionadas não só ao iPhone, mas também ao iPad 3G.

De acordo com uma nota divulgada pela própria Nokia, são cinco patentes supostamente quebradas. Estas consistem em recursos de transmissão de voz e dados, além de tecnologias que melhoram a captação de sinal de antenas, permitindo o desenvolvimento de aparelhos mais compactos.

“Nós tomados essa decisão para proteger os resultados de nossa pesquisa pioneira e para pôr fim ao constante uso indevido da inovação da Nokia”, disse Paul Melin, gerente-geral da área de patentes e licenciamento da companhia.

O processo foi aberto no tribunal federal de Winsconsin, nos Estados Unidos. Pelo menos até o momento, a Apple não se pronunciou sobre o caso.