Canal do YouTube homenageia repórteres que faleceram durante a cobertura de notícias

A instituição Newseum, sediada em Washington, Estados Unidos, se uniu ao Google para criar um canal no YouTube que homenageia repórteres do mundo inteiro que faleceram no ano passado durante ou por causa do exercício de sua profissão: trata-se do Journalists Memorial.

Há várias situações que podem causar a morte de um repórter durante o seu trabalho, mas as mais comuns são a cobertura de conflitos armados e trabalhos de investigação de atividades ilegais, como aqueles que exigem infiltração em grupos criminosos.

A iniciativa é tida como uma versão on-line do memorial da Newseum, que homenageia jornalistas falecidos com a inscrição de seus nomes em painéis de vidro nas estruturas de dois andares de seu prédio. Em 2011, estão sendo lembrados 77 repórteres, cujos nomes farão parte de uma lista que já conta com mais de dois mil registros.

No canal Journalists Memorial, os internautas também pode sugerir vídeos de repórteres já falecidos que, em sua opinião, devem ser homenageados.

Referência: Official YouTube Blog.