Comprou um PlayStation 3 e recebeu uma pedra

Eu já ouvi falar de casos assim em sites de leilão e em lojas ilegais, mas nunca, nunca imaginei que um dos maiores (para não dizer o maior) sites de comércio eletrônico do país faria uma coisa dessas. Vamos à história:

O Bjornn Borg reportou em seu blog que havia comprado um PlayStation 3 nessa tal loja on-line. Dias depois da compra, ele estava jogando, quando o console exibiu uma mensagem de erro. Bjornn tentou de tudo para fazer o aparelho funcionar normalmente, até que constatou que teria que enviá-lo para reparo. Para isso, preencheu o formulário de troca por defeito da tal loja e o enviou.

Alguns dias depois, Bjornn recebeu o PlayStation 3 em casa novamente, mas notou que ele estava jogado dentro da caixa, sem qualquer proteção que impedisse danos durante o transporte. Além disso, o jogo que ele havia mandado junto com o console não estava dentro da embalagem. Mesmo irritado, Bjornn começou a analisar a caixa e descobriu que aquele não era o seu aparelho. Aparentemente, a transportadora havia recolhido o PlayStation 3 de outra pessoa e o encaminhou por engano à residência do Bjornn, fato esse que justifica a falta de cuidados na embalagem do produto. Obviamente, Bjornn entrou em contato com a loja para reclamar do ocorrido.

Uma pedra ao invés do PS3Depois de algum tempo, Bjornn finalmente recebeu a caixa com o seu pedido. Ao abrí-la, notou de imediato que os controles, os cabos e um disco Blu-Ray que acompanha o videogame não estavam dentro da embalagem. Naturalmente, Bjornn ficou muito irritado e, ali mesmo, decidiu devolver o PlayStation 3 e pedir o seu dinheiro de volta. Mas, por orientação de sua esposa, abriu a embalagem que protegia o PlayStation 3 para se certificar de que havia recebido o seu console. Qual não foi a sua surpresa ao ver que, ao invés do videogame, estava ali uma pedra! Eu disse uma pedra!!!

Difícil de acreditar, não é? Eu mesmo já tive problemas com lojas virtuais que só foram resolvidos graças às minhas queixas no Reclame Aqui (é por isso que eu adoro esse site), mas nunca imaginei que algo do tipo poderia acontecer. Pode até ser que esse Bjornn Borg seja um engraçadinho ao estilo do Cocadaboa.com e tenha me enganado, mas acho que ninguém iria sustentar uma história dessa amplitude contando apenas mentiras, sem contar que os vários posts que ele fez sobre o assunto não me parecem nem um pouco falsos.

Quem quiser acompanhar o caso, basta acessar o blog do rapaz. Boa sorte, Bjornn Borg, porque como estamos no Brasil, você vai precisar!

Referência: CrisDias weblog.

Emerson Alecrim