Os 15 países com mais inovações tecnológicas

O The Economist Intelligence Unit publicou o resultado de um estudo que revela os países que mais contam com inovações tecnológicas. A intenção foi a de avaliar a influência dos investimentos em tecnologia na situação econômica de cada país. Para tanto, o critério usado foi o de basear a avaliação no número de patentes de cada nação dividido pelo tamanho de sua população. Eis os 15 países mais inovadores:

  1. Japão
  2. Suíça
  3. Estados Unidos
  4. Suécia
  5. Finlândia
  6. Alemanha
  7. Dinamarca
  8. Taiwan
  9. Países Baixos
  10. Israel
  11. Áustria
  12. França
  13. Canadá
  14. Bélgica
  15. Coréia do Sul

É claro que o Brasil não está na lista. Com os setores governamentais tomados pela corrupção e por práticas excessivamente burocráticas, além da visível falta de consideração para com a educação, não dá para se esperar resultados animadores quando o assunto é inovação tecnológica.

Todavia, a lista acima não é precisa. A China e a Índia, por exemplo, poderiam estar incluídas, mas suas elevadas taxas populacionais (somente a China possui mais de 1,3 bilhão de habitantes) podem ter interferido negativamente nos cálculos.

Mas, justiça seja feita: a indicação do Japão como primeiro colocado é merecida. O país investiu pesado em educação após a Segunda Guerra Mundial e viu sua economia crescer justamente por causa da sua indústria de alta tecnologia. Quer exemplo mais claro que esse?

Referência: The Inquirer.

Emerson Alecrim





  • Leninha

    Estranho é a Inglaterra não estar aí né?

  • é lamentável que um país como Brasil esteja fora dessa lista. Isso nos leva a refletir sobre as verdadeiras intenções de nossos governantes. O país aparece com destaque na política exterior mas ainda deixa muito a desejar no que se refere a proporcionar oportunidades e melhor qualidade de vida a seu povo.

  • Emerson Alecrim

    Acho que a Inglaterra tem é muito nome, Leninha 🙂

    Concordo com suas palavras, J. Rosha. Creio que não somos vítimas apenas da incompetência política, mas também da vontade dos que efetivamente controlam esse país de manter tudo do jeito que está. Lamentável…