Campus Party 2009: a apresentação de Ricardo Noblat

Falaram tanto da Campus Party em 2008, que eu prometi ir à edição de 2009 mesmo que me faltasse tempo. E me falta, tanto é que só estou passando algumas horinhas por dia no evento, mas o suficiente para sentir o clima de um dos maiores encontros de tecnologia, cultura e afins do mundo. Mas, eu acho que você não deve estar muito interessado em textos falando que a Campus Party é isso, que a Campus Party é aquilo, etc, mesmo porque já tem muita gente fazendo isso. Por esse motivo, no que se refere ao evento, tratarei apenas de escrever sobre aquilo que, na minha concepção, transmitir alguma experiência, alguma mensagem, algum valor ao leitor. E eu começo com a palestra dada ontem por Ricardo Noblat.

Para quem não sabe, Ricardo Noblat é um jornalista de extensa carreira que desde 2004 mantém um blog que leva o seu sobrenome e que é um dos mais conhecidos no Brasil, sendo considerado por muita gente uma importante fonte de informações sobre política.

Em sua apresentação, Noblat contou como se tornou blogueiro, relatou algumas de suas experiências como jornalista na mídia impressa e na Web e, com base nisso, acabou dando dicas preciosas para quem deseja tocar o seu blog com o máximo de seriedade.

Um dos pontos mais altos do discurso de Noblat foi o aviso de “checar a informação exaustivamente antes de publicar”. Pode parecer uma conduta trivial para qualquer um que se dispõe a informar, mas não é tão simples assim, já que quando estamos certos da veracidade de algo, um detalhe ou outro pode escapar e estragar tudo o que foi produzido.

Em relação a esse assunto, Noblat contou a sua experiência com o Cocadaboa.com. Em 2004, o jornalista publicou em seu blog uma notícia que dizia que o presidente Lula foi alvo de chacota em um programa de humor dos EUA. Mas, a história era apenas uma das várias “pegadinhas” elaboradas por Wagner Martins (mais conhecido como Mr. Manson) no Cocadaboa.com. Na ocasião, Noblat reconheceu que falhou em não checar a informação e se desculpou por meio de uma nota publicada em seu blog. Aliás, diga-se de passagem, Mr. Manson esteve na apresentação de Noblat na Campus Party, certamente para provocá-lo 😀

Ricardo Noblat, Jorge Rocha e Edney Souza
Ricardo Noblat, Jorge Rocha e Edney Souza.

Por ser um jornalista que conhece bem tanto a mídia tradicional (jornal, para ser mais exato) e a mídia digital, algumas das perguntas direcionadas a Noblat consistiam justamente na comparação entre esses dois “mundos”. Fazendo um apanhado geral e bastante resumido (porque o cara fala bastante), Noblat deixou claro que é essencial escrever com prazer em blogs para causar prazer no leitor. O jornal exige o cumprimento de determinadas regras que podem até fazer com que o jornalista não consiga escrever o que queria. Nos blogs, essa limitações quase não existem, por isso, é importante sabe aproveitar.

Quase no final de sua apresentação, perguntaram a Noblat se ele voltaria a trabalhar na mídia impressa. A resposta foi um sonoro NÃO, para qualquer um dos jornais do país, diga-se. E isso porque, segundo ele, nenhum dos veículos atuais tem uma proposta interessante, ninguém quer se reinventar, todos temem mudanças. E por que mudar? Para tornar a informação mais relevante ao usuário (quem já não cansou de encontrar notícia inútil em jornal, que atire o primeiro mouse); para fazer com que a notícia de hoje e não de ontem seja publicada; para publicar menos, mas com mais qualidade; enfim.

Também perguntaram a Ricardo Noblat o que ele acha de quem “pratica jornalismo” em blog sem ser jornalista. Noblat respondeu que não tem nada contra. Se a pessoa sabe escrever, gosta do que faz e faz bem, qual o problema de não ter um diploma de jornalista? O importante é fazer bem feito, checando informações, escrevendo corretamente, enfim.

Por fim, Noblat afirmou que blogs precisam se posicionar em relação a grandes temas. Essa é aquele tipo de frase feita para refletir, portanto, deixo isso como lição de casa para vocês 🙂

#cparty

Hoje é o terceiro dia da Campus Party, portanto, muita coisa bacana está para acontecer. Mas, como eu deixei claro no início, só irei tratar de assuntos que eu considerar importante transmitir por aqui.

Para coisas mais descontraídas sobre o evento, você pode acessar as fotos que estou publicando diariamente no Flickr (sim, marmanjada, tem fotos das “coelhinhas” da Playboy) ou, como melhor sugestão, acompanhar quase tudo sobre o evento a partir do live streaming do BlogBlogs 😉

Emerson Alecrim