Nintendo, Sony e Microsoft respondem à denúncia de que seus consoles utilizam produtos perigosos

Após um estudo divulgado pelo Greenpeace que aponta que os consoles Wii, PlayStation 3 e Xbox 360 contém materiais perigosos à saúde (como PVC, bromo e berílio) em alguns componentes, os respectivos fabricantes – Nintendo, Sony e Microsoft – decidiram se manifestar sobre o assunto, como era de se esperar.

A Nintendo alegou, por meio de um porta-voz, que não está em condições de comentar a denúncia feita pelo Greenpeace, mas garantiu que somente vende produtos que seguem os critérios (ambientais) existentes em cada país.

Por sua vez, a Sony emitiu um comunicado em que afirma que faz bom uso das substâncias existentes nos componentes de seus produtos – em todo o mundo – e que está avançando em métodos que permitam reduzir ou até substituir produtos químicos perigosos.

Também por meio de uma nota, a Microsoft respondeu que os produtos da companhia seguem todas as normas e critérios que ajudam a reduzir o impacto ambiental dos dispositivos eletrônicos.

Referência: El País.