Microsoft: desativação de autorun reduz drasticamente a ação de malwares

Em fevereiro deste ano, a Microsoft liberou uma atualização para Windows que desativa o autorun, um recurso que permite a execução automática de programas existentes em unidades USB. Recentemente, a companhia divulgou a informação de que esta iniciativa diminuiu drasticamente a ação de malwares que se espalham por pendrives, cartões de memória SD e afins.

De acordo com a empresa, no último mês de maio, foi possível perceber uma queda de 59% nas contaminações de malware via USB no Windows XP em comparação ao mesmo mês de 2010. Em relação ao Windows Vista, esse número foi ainda mais expressivo: 74%. O Windows 7 não entra nestas estatísticas por contar com esse tipo de proteção desde o seu lançamento. Essas taxas são ainda maiores quando consideradas as mencionadas versões do Windows com service pack, como mostra o gráfico abaixo:

Gráfico sobre atividades de malwares com autorun

Imagem por Microsoft

O autorun, no entanto, continua podendo ser executado em CDs e DVDS, uma vez que a propagação de malwares por esses meios são praticamente inexistentes.

É válido frisar que, apesar desta notícia, os cuidados com a segurança devem ser mantidos: aplicar atualizações de software, utilizar antivírus e manter a atenção com anexos e links recebidos por e-mail ou redes sociais são exemplos de práticas que devem fazer parte do cotidiano.

Referência: CNET News, Threat Research & Response Blog.





2 comentários:

  1. Qart Tecnologia – Blog » Microsoft: desativação de autorun reduz drasticamente a ação de malwares


    […] Fonte: http://www.infowester.com/noticias/microsoft-desativacao-de-autorun-reduz-drasticamente-a-acao-de-ma… […]

  2. Daniel


    Demorou demais hein! Esse tipo de atualização já deveria ter sido feita logo que esse tipo de praga começou a aparecer!