Aprenda inglês com uma ajudinha do Google!

O Google Tradutor (Google Translate) não serve apenas para passar um texto de um idioma para outro, mesmo porque a ferramenta ainda não faz isso muito bem (note que eu disse ainda). No entanto, você pode utilizar esse serviço como um aliado nos seus estudos sobre outras línguas, especialmente o inglês, já que a ferramenta funciona de maneira integrada ao Google Dictionary.

Recentemente, o Google Tradutor recebeu uma atualização que o tornou ainda mais útil para o aprendizado de idiomas. Para início de conversa, o serviço agora faz tradução praticamente em tempo real, conforme você digita o seu o texto. Além disso, agora há um botão que permite trocar rapidamente o idioma de origem para o idioma de destino. Assim você pode, por exemplo, passar de “inglês-português” para “português-inglês” com um simples clique do mouse:

Mas o melhor de tudo é que, ao fazer uma tradução, seja de uma frase pequena ou de uma única palavra, o Google Tradutor é capaz de pronunciá-la. Para isso, basta clicar no ícone do alto-falante que aparece ao lado da expressão traduzida:

Repare que esse é um excelente recurso para quando você não sabe ao certo como pronunciar determinadas palavras em inglês. Eu não recomendo que você utilize essa funcionalidade em frases complexas, pois a tradução pode não ser correta ou adequada. No entanto, se você tiver uma determinada sentença em inglês que sabe estar correta e quer apenas ter uma noção de sua pronúncia, há um pequeno truque: insira o texto em questão no Google Tradutor e peça para o serviço traduzir do inglês para o inglês. Se a frase for curta, o serviço irá fornecer sua pronúncia.

Bacana, não? Só que não termina aí. Dependendo das palavras que você insere no Google Tradutor, o serviço pode mostrar também uma lista de sinônimos ou de termos relacionados. Se você clicar no link “Ver dicionário detalhado” poderá encontrar inclusive aplicações em frases:

O recurso de pronúncia do Google Tradutor funciona apenas para o idioma inglês, mas eu não duvido que em um futuro próximo veremos essa ferramenta trabalhando com outras línguas também. E se você quiser reforçar ainda mais seu inglês com auxílio da internet, não deixe de ler este post do Rodrigo Ghedin. O texto dá várias dicas de sites para te ajudar nessa tarefa 😉

Emerson Alecrim