Revelação: você sabe o que o Google Scholar tem a ver com o surgimento do Google?

Conforme noticiado aqui, o Google lançou recentemente a versão brasileira do Google Scholar: o Google Acadêmico. O que pouca gente sabe é que a forma de trabalho do Google Scholar tem muito a ver com o surgimento do Google:

Quando Larry Page e Sergey Brin – os fundadores o Google – estavam na universidade de Stanford, desenvolveram um projeto que visava classificar a importância de artigos acadêmicos e de autores. Quanto mais citações um trabalho (e conseqüentemente seu autor) tinha em outros documentos, maior era seu índice de relevância. Dessa forma, o projeto desenvolvido por Page e Brin permitia obter uma classificação dos autores e dos trabalhos mais importantes. O Google Scholar trabalha exatamente dessa forma: quando uma pesquisa sobre determinado assunto é feita, os primeiros documentos mostrados são aqueles mais importantes, ou seja, os trabalhos que são mais citados em livros, teses, artigos, etc.

Na época em que os fundadores do Google trabalhavam nesse projeto, os mecanismos de busca existentes eram um tanto quanto imprecisos: se você pesquisasse por Fórmula 1, por exemplo, era comum aparecer páginas que simplesmente tinham esse nome – Fórmula 1 – mas que não tratavam de forma alguma do assunto.

Foi diante dessa situação que o Google começou a tomar forma. O sistema de classificação de documentos acadêmicos criado por Page e Brin “contava” a quantidade de citações que cada documento recebia. Ambos viram que podiam aproveitar essa idéia para criar um sistema de classificação de páginas na internet: quanto mais links uma página tivesse em outros endereços, maior seria seu índice de relevância quando uma busca fosse feita. Embora o Google trabalhe com mais de 100 critérios para determinar a relevância de um site, esse método de classificação é o mais importante e é usado até hoje: seu nome é PageRank.

Por incrível que pareça, o Google, em seu início, nada mais era que um sistema para classificar periódicos, teses, artigos e outros documentos acadêmicos. Neste link é possível ver o paper que Larry Page e Sergey Brin criaram sobre o assunto na época em que eram estudantes em Stanford.

Para obter mais detalhes sobre a história do Google, recomendo a leitura do livro A Busca, de John Battelle.

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.