2013
09
abr

Linha de servidores HP Moonshot é compacta e utiliza processadores Intel Atom

A HP iniciou esta semana com um lançamento inusitado: a linha de servidores Moonshot, que se destaca por possuir tamanho compacto e, principalmente, por utilizar em sua primeira fase processadores Intel Atom S1260, chip desenvolvido especialmente para equipar dispositivos portáteis ou econômicos.

O objetivo da HP com esta novidade é justamente o de oferecer uma linha de servidores econômica em vários aspectos. Para começar, o espaço físico do servidor (Proliant Moonshot) é cerca de 80% menor que o padrão do mercado; além disso, o uso de processadores de baixo consumo faz com que a demanda por energia seja diminuída em até 89%, segundo a companhia; por fim, estão equipamentos são menos complexos e podem custar até 77% menos que soluções tradicionais.

Servidores Moonshot – Imagem por HP

Servidores Moonshot – Imagem por HP

O equipamento padrão da linha é o Moonshot 1500, um rack que contém 45 slots para servidores Proliant Moonshot, sendo que cada um deles pode utilizar sistema operacional Linux (Ubuntu, Red Hat ou SuSE), até 8 GB de memória RAM, entre 500 GB e 2 TB de espaço para armazenamento de dados, além do já mencionado processador Intel Atom S1260.

Segundo a HP, cada unidade do Moonshot 1500 pode substituir até oito racks convencionais, permitindo, por exemplo, que um data center tenha sua capacidade de processamento aumentada sem necessidade de maior espaço físico. Com vantagens como esta, a HP espera atender a aplicações que estão se tornando cada vez mais comuns e, portanto, mais expansíveis, como as que envolvem computação nas nuvens e Big Data.

Mais informações em www.thedisruption.com.

Comentários desativados em Linha de servidores HP Moonshot é compacta e utiliza processadores Intel Atom

2012
01
out

HP anuncia ElitePad 900, tablet com Windows 8 voltado ao ambiente corporativo

O Windows 8 será lançamento oficialmente no próximo dia 26 (outubro de 2012), mas os primeiros produtos baseados na plataforma já estão começando a aparecer. Um deles é o tablet ElitePad 900, da HP, que oferece tela de 10 polegadas e pesa cerca de 700 gramas.

A HP nunca foi referência quanto o assunto é tablet e, talvez para tentar evitar comparações com o iPad, que lidera o mercado com folga, tratou de frisar desde o início que o produto é focado no segmento corporativo, embora nada impeça o seu uso em aplicações domésticas, é claro.

Tablet ElitePad 900 acompanhado de teclado (opcional) – Imagem por HP

Tablet ElitePad 900 acompanhado de teclado (opcional) – Imagem por HP

O ElitePad 900 tem boa configuração: como já informado, possui tela de 10 polegadas com resolução de 1280 x 800 pixels e Gorilla Glass, processador Intel Atom Z2760 de 1,8 GHz (família Cover Trail), 2 GB de memória RAM, 32 ou 64 GB de SSD (expansível com cartão microSD), câmera traseira de 8 megapixels, câmera frontal capaz de gerar imagens em 1080p, bateria com autonomia estimada em 10 horas de uso e corpo reforçado para diminuir os riscos de danos em quedas ou temperaturas extremas, por exemplo.

No aspecto da conectividade, o dispositivo conta com Wi-Fi e 3G, sendo que versões baseadas em 4G também estão nos planos da HP. Uma capa especial chamada pela empresa de Smart Jacket oferece compatibilidade com outros padrões de comunicação, como portas USB e HDMI. Merece destaque também o suporte à tecnologia NFC.

A capa Smart Jacket (opcional) – Imagem por HP

A capa Smart Jacket (opcional) – Imagem por HP

Também chamam a atenção os demais acessórios opcionais que a HP preparou para o ElitePad 900, como bateria extra, um teclado que praticamente transforma o tablet em um PC (primeira imagem), caneta stylus, entre outros.

A HP lançará o ElitePad 900 no final do mês nos Estados Unidos, com preço inicial estimado em 700 dólares. O tablet também deverá chegar ao mercado brasileiro, mas somente no início de 2013, com valor de venda ainda a ser determinado.

Comentários desativados em HP anuncia ElitePad 900, tablet com Windows 8 voltado ao ambiente corporativo

2012
20
set

HP apresenta mouse capaz de se conectar via NFC

A HP anunciou nesta quinta-feira (20/09/2012) uma série de novos produtos, mas um deles conseguiu se destacar: o Touch to Pair, que chama a atenção por ser o primeiro mouse do mundo (pelo menos é o que a companhia diz) a suportar conexões a partir da tecnologia NFC.

Cada vez mais presente em aparelhos móveis, este padrão permite a comunicação entre dois dispositivos mediante uma simples aproximação entre eles, sendo que o seu uso, até o momento, tem sido direcionado principalmente a aplicações de pagamentos via celular. Mas, este lançamento prova que o NFC pode ser utilizado em várias outras situações.

Touch to Pair Mouse – Imagem por HP

Touch to Pair Mouse – Imagem por HP

A ideia do Touch to Pair é justamente a de aproveitar a facilidade de comunicação da tecnologia para permitir que o usuário conecte o mouse ao seu tablet, desktop ou notebook rapidamente, sem complicações. Para isso, tudo o que é necessário fazer é aproximar ambos os equipamentos e efetuar um clique no mouse para iniciar a sincronização. Como ainda não há muitos dispositivos compatíveis com NFC, o mouse também pode ser utilizado via Bluetooth.

O HP Touch to Pair deverá ser lançado nos Estados Unidos em novembro de 2012, com preço sugerido de 39 dólares. Não há, pelo menos até o momento, informação de lançamento no Brasil.

Referência: Engadget.

Comentários desativados em HP apresenta mouse capaz de se conectar via NFC

2012
10
Maio

HP apresenta novos modelos de ultrabooks e… Sleekbooks?!

Nesta semana, a HP anunciou novos modelos de sua linha de notebooks ultraportáteis – também chamados de ultrabooks – Envy. O curioso é que entre estes equipamentos há modelos que recebem a denominação Sleekbook. Seria uma nova categoria de laptop?

A versão mais barata da linha HP Envy Sleekbook tem como recursos principais tela de 15,6 polegadas (resolução de 1366 x 768 pixels), 4 GB de memória DDR3, HD de 320 GB, bateria com autonomia estimada em 9 horas e processador AMD Fusion (APU), além de duas portas USB 3.0, uma porta USB 2.0, uma porta HDMI e Wi-Fi.

HP Envy Ultrabook

Envy Ultrabook – Imagem por HP

A princípio, o que justifica a adoção do nome “Sleekbook” neste modelo é a utilização de um chip AMD. Como a denominação “ultrabook” foi criada pela Intel, poderia haver problemas legais com o uso deste nome. Por outro lado, a HP anunciou também um Envy Sleekbook com tela de 14 polegadas que possui processador Intel.

A explicação pode estar então no fato de os portáteis Sleekbook utilizarem HDs. Acontece que, pela visão da Intel, ultrabooks são notebooks com até 21 milímetros de espessura focados no desempenho, características que consideram o uso de unidades SSD, uma vez que estas ocupam menos espaço físico e são mais rápidas.

Com a “enxurrada” de ultraportáteis que está invadindo o mercado, alguns fabricantes estão lançando modelos com componentes mais baratos, mas que não se encaixam nos critérios dos ultrabooks. É uma forma encontrada por estas empresas para se tornarem mais competitivas. Parece ser o caso da HP. Os dois modelos Sleekbook são, de fato, os mais baratos entre os equipamentos anunciados, com preços sugeridos nos Estados Unidos de 599,99 dólares (15,6 polegadas e processador AMD) e 699,99 dólares (14 polegadas, processador Intel).

É possível conhecer os portáteis anunciados no site da HP (em inglês). Ainda não há informação de lançamento no Brasil.

Comentários desativados em HP apresenta novos modelos de ultrabooks e… Sleekbooks?!

2012
15
fev

Tudo-em-um com tela de 27: HP anuncia workstation Z1

Para quem gosta de computadores poderosos, a workstation all-in-one (tudo-em-um) HP Z1 pode facilmente se transformar em objeto de desejo. O equipamento foi anunciado hoje (15/02/2012) em Las Vegas, Estados Unidos, e se destaca por possuir uma generosa tela de 27 polegadas com painel IPS e resolução de 2560 x 1440 pixels.

Workstation Z1 – Imagem por HP

Workstation Z1 – Imagem por HP

A novidade pode ser equipada com processadores das linhas Intel Core i3 ou Intel Xeon e placas de vídeo da família NVIDIA Quadro (modelo Q500M, Q1000M ou Q400M). Para armazenamento de dados, é possível utilizar HDs SATA de 7.200 ou 10.000 RPM, dispositivos SSD, sistemas RAID, leitor de cartões, unidades Blu-ray, entre outros. O equipamento pode ainda receber até 32 GB de memória DDR3.

No mais, a workstation HP Z1 conta com webcam de 2 megapixels e resolução de 1080p, Bluetooth, Wi-Fi, duas portas USB 3.0, quatro portas USB 2.0, conexão FireWire (IEEE 1394a), porta Ethernet Gigabit, áudio SRS Premium Sound e sistema operacional Windows 7 ou SuSE Linux.

Uma característica que a HP faz questão de destacar está no quesito manutenção: é possível acessar o interior do Z1 (para adicionar um HD, por exemplo) sem necessidade de uso de ferramentas. Para isso, o usuário precisa apenas “deitar” o equipamento de forma que a tela fique para cima e liberar as travas (é possível fazer isso sem tirar a workstation do suporte).

De acordo com a HP, o Z1 deverá estar disponível mundialmente a partir do mês de abril de 2012. Ainda não há informação de preços para o mercado brasileiro, mas nos Estados Unidos o equipamento deverá custar, em sua configuração mais básica, 1.899 dólares.

Mais informações no site da HP (em inglês).

Comentários desativados em Tudo-em-um com tela de 27: HP anuncia workstation Z1

2011
12
dez

HP transformará WebOS em um sistema de código aberto

HPEm abril de 2010, a HP desembolsou 1,2 bilhão de dólares para adquirir a Palm e, de quebra, ser dona da plataforma móvel WebOS. O problema é que, depois do fracasso de vendas do tablet TouchPad, que roda este sistema operacional, em agosto de 2011 a empresa decidiu não lançar mais produtos baseados no WebOS. Mas nem tudo está perdido: recentemente, a HP decidiu liberar a plataforma como um projeto de código aberto.

A companhia ainda não forneceu detalhes sobre a iniciativa – não se sabe, por exemplo, exatamente quando o código-fonte do WebOS será disponibilizado –, mas a expectativa é a de que a decisão possa não só incentivar outras empresas a lançarem produtos baseados na plataforma como também a melhorá-la. A HP tratou de esclarecer que, apesar disso, continuará contribuindo para o desenvolvimento do sistema.

A decisão tem claramente o universo do Android como inspiração: a HP quer seguir um modelo parecido, liberando o WebOS como uma plataforma aberta, mas abrindo espaço para parcerias que possam resultar em produtos mais atraentes. De maneira complementar, a HP declarou querer evitar a fragmentação do sistema, em referência à quantidade de versões do Android em uso atualmente.

É cedo para saber se esta ideia fará com o que o WebOS “sobreviva”, mas a HP parece disposta a tentar descobrir. É uma aposta coerente: o tablet TouchPad não emplacou no mercado devido a problemas estratégicos e não por deficiências do WebOS. Logo, é possível que ainda haja espaço para esta plataforma no mercado. Neste sentido, a própria HP anunciou que em 2013 poderá voltar a explorar o segmento de tablets.

Referências: ZDNet UK, SlashGear.

Comentários desativados em HP transformará WebOS em um sistema de código aberto

2011
27
out

HP desiste da ideia de abandonar o mercado de PCs

HPEm meados de agosto (2011), a HP anunciou a decisão de deixar de investir em dispositivos baseados no sistema WebOS. Até aí, nada muito surpreendente, afinal, é difícil concorrer com as plataformas Android e iOS. O que casou espanto é que, na ocasião, a companhia também manifestou a sua intenção de abandonar o mercado de PCs. Mas, hoje (27/10/2011), a HP divulgou uma nota explicando que desistiu da ideia.

Se a intenção de abandonar o mercado de PCs fosse levada adiante, a HP provavelmente iria vender esta divisão (cujo nome é Personal Systems Group), a exemplo do que fez a IBM em 2004, quando passou o negócio de computadores pessoais à chinesa Lenovo. Um dos motivos para isso seria a queda na venda de desktops e mesmo laptops por causa do consumo crescente de dispositivos portáteis.

A decisão de permanecer neste mercado foi tomada pela nova CEO da companhia, Meg Whitman, após uma análise detalhada indicar que a separação da Personal Systems Group não traria benefícios financeiros à HP. Na verdade, o processo todo poderia custar 1,5 bilhão de dólares à empresa, sem contar o prejuízo causado pela diminuição da exposição da marca.

Em 2010, a Personal Systems Group gerou receita de 40,7 bilhões de dólares.

Referências: The Wall Street Journal, HP.

Comentários desativados em HP desiste da ideia de abandonar o mercado de PCs

2011
06
jul

Compradores de máquinas Apple são os mais satisfeitos com a aquisição de um computador, diz pesquisa

AppleUma pesquisa divulgada pelo Temkin Group mostra que, entre os compradores de computadores, os que optam por máquinas Apple são os mais satisfeitos em relação à aquisição. O levantamento foi realizado após entrevistas com 842 consumidores nos Estados Unidos que fizeram esse tipo de compra recentemente.

Um dos fatores que contribuem para este cenário são as informações fornecidas pela Apple em relação aos seus produtos. Não por menos, 77% dos entrevistados declararam satisfação com o atendimento ao cliente da empresa. No que se refere aos compradores de PCs, esse índice foi de 64%. Outro fator positivo referente aos computadores da Apple foram as recomendações dadas por amigos e parentes.

A pesquisa também mostra que os entrevistados que escolheram computadores da linha Mac foram os que se preocuparam menos com os preços dos equipamentos. Por outro lado, foram os que manifestaram maiores expectativas em relação ao atendimento ao cliente da Apple, o que mostra que apenas colocar um produto inovador no mercado não é suficiente, é necessário ter também uma estratégia de atuação durante e após as vendas.

De fato, como esclarece o livro A Cabeça de Steve Jobs (Inside Steve’s Brain), a Apple possui uma ampla rede de lojas, especialmente no Estados Unidos, cujo diferencial é justamente o atendimento ao cliente. Os funcionários são preparados para dar importância até mesmo às dúvidas mais simples, como passar uma foto da câmera digital para o computador, por exemplo.

A pesquisa do Temkin Group revelou também que, apesar do desempenho menor em comparação à Apple, consumidores de computadores HP e Dell também demonstraram bons índices de satisfação com os equipamentos adquiridos.

Referência: CNET News.

Comentários desativados em Compradores de máquinas Apple são os mais satisfeitos com a aquisição de um computador, diz pesquisa