SOFTEX: Brasil precisa dobrar quantidade de profissionais de TI

A falta de profissionais é um problema crônico para o setor de Tecnologia da Informação no Brasil, tanto que, se o quadro continuar como está, o país poderá deixar de arrecadar até 115 bilhões de reais em receitas até 2020. A informação foi dada por Virginia Duarte, gerente do Observatório SOFTEX, na abertura do evento RioInfo.

O problema tem duas frentes: a primeira é que o número de profissionais de TI que chegam ao mercado de trabalho não é suficiente para dar conta da demanda; a outra é que, entre estes profissionais, muitos não estão qualificados para assumir determinadas funções, o que faz com que não seja raro empresas terem certos cargos em aberto por longos períodos.

Na visão do Observatório, a melhor solução para evitar um “colapso” no setor é dobrar a quantidade de profissionais de TI atuantes no Brasil até 2020, tanto de nível técnico quanto de formação superior. Mas os desafios para isso são grandes: é necessário não só atrair mais estudantes para a área, como também fazer com que a formação destes esteja mais alinhada às necessidades do mercado.

Referência: Agência Brasil.

2 comentários em “SOFTEX: Brasil precisa dobrar quantidade de profissionais de TI”

  1. Sou graduando em Engenharia da Computação pela (UNIPAC – C.Lafaiete-MG) e sinto muita falta de uma base educacional. Por falta de uma boa educação durante o ensino médio, muitos graduandos desistem de cursos tais como engenharias, pela “dificuldade” que os mesmos apresentam. Quando tivermos um ensino médio de qualidade, certamente teremos mais profissionais atuando. =(

Os comentários estão fechados.