Serviços de internet, telefonia e TV geraram 1,87 milhão de queixas na Anatel em um ano

Se você nunca enfrentou problemas com empresas de telecomunicações no Brasil, certamente conhece alguém que já passou por isso. Por este motivo, não é de se estranhar o número de queixas que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) recebeu entre agosto de 2010 e agosto de 2011: nada menos que 1.877.048.

As queixas se referem a serviços de telefonia fixa e móvel, acesso à internet e TV por assinatura, considerando todas as operadoras do país. No caso da telefonia fixa, o principal problema relatado diz respeito ao reparo de linhas, embora reclamações sobre cobranças indevidas, cancelamento de planos e falhas no registro de mudanças de endereços também tenham sido numerosas.

Quanto à telefonia móvel, o tipo de problema mais frequente foi cobrança incorreta, aspecto este que também foi predominante nos serviços de TV paga. Na oferta de acesso à internet, as reclamações mais numerosas foram direcionadas a reparos que não foram efetuados da maneira devida.

De acordo com a Anatel, 98,72% dos problemas registrados foram resolvidos após  o seu recebimento pela entidade, correspondendo a pouco mais de 1,853 milhão de solicitações, sendo que 8,453% resultaram em reabertura das reclamações.

A Anatel oferece atendimento telefônico para queixas, denúncias e informações de segunda-feira a sexta-feira, das 08h00 às 20h00, pelo número 1331 (1332 para deficientes auditivos). Também é possível entrar em contato com a entidade a partir do site www.anatel.gov.br.

Referência: Agência Brasil.