Serviços do Google ficaram inacessíveis na noite de ontem para clientes da Telefônica

ADSLNa noite de ontem (11/03/2010), vários usuários do serviço de banda larga Speedy, da Telefônica, relataram pelo Twitter dificuldades para acessar sites do Google, tais como Gmail, Google Maps, YouTube e orkut. Aparentemente, o problema afetou tanto clientes brasileiros da empresa, quanto espanhóis, conforme é possível conferir neste link do site meneame.net, uma espécie de Digg da Espanha.

A instabilidade também foi percebida por mim, que utilizo o Speedy como única opção de serviço de banda larga para a região em que moro. Além de dificuldades para acessar serviços do Google, notei também lentidão em acessar outros sites internacionais, como Yahoo! e Microsoft. No início, pensei que se tratava de alguma falha de DNS, mas não houve qualquer melhora quando configurei meu acesso com os serviços OpenDNS e Google DNS, indicando que a falha estava em outra estrutura.

Em nota, o Google informou ter tido conhecimento do problema e, por conta disso, colocou um time de engenheiros para investigar as causas. A empresa destacou também que a instabilidade foi percebida apenas por clientes de alguns ISPs [isto é, provedores de internet], deixando claro que, a princípio, não houve nenhum erro em seus servidores.

O problema durou cerca de duas horas. Até o momento, a Telefônica não emitiu nenhum comunicado sobre o assunto.

Referências: G1, menéame.

3 comentários em “Serviços do Google ficaram inacessíveis na noite de ontem para clientes da Telefônica”

  1. Será que isto tem alguma ligaçao com a questao de quererem cobrar o tráfego de rede dos serviços como Google e Yahoo!!! Será uma tapa de luva da Telefonica para com estes servicos?

  2. Concordo com o Emerson: não me parece intencional, mas é bom ficar atento para ver se há alguma repetição nos próximos dias.
    Quanto à questão de querer cobrar pelo serviço, Leandro, cabe a nós, o público, resolver esta questão: se o mercado não quer, não tem como fazer, pois a diferença entre Deus e o cliente, é que Deus perdoa. Se alguém quiser bobear com cobrança, nós colocamos de joelhos, antes de levar à falência.

Os comentários estão fechados.