RIOSOFT e SEBRAE/RJ trabalham em projeto para legalizar lan houses do Rio de Janeiro

Imagem ilustrativa de tecladoA RIOSOFT e o SEBRAE/RJ anunciaram um projeto para diminuir a informalidade de lan houses que atuam em comunidades carentes do Rio de Janeiro (especialmente favelas). De acordo com Benito Paret, Diretor da RIOSOFT, o objetivo da iniciativa é o de “dar uma formalidade maior ao trabalho que as lan houses desenvolvem e até ampliar o tipo de serviço que elas estão oferecendo”.

A RIOSOFT vê potencial nesses estabelecimentos não apenas para a oferta de acesso à internet, mas também para a prestação de serviços de manutenção de computadores e suporte técnico, por exemplo. Para isso, Benito Paret acredita ser necessário que o Poder Público participe do projeto oferecendo meios de facilitar os procedimentos de legalização, enquanto que a RIOSOFT e o SEBRAE/RJ atuariam ajudando as lan houses a identificar oportunidades e ampliar seu leque de serviços.

Esse tipo de projeto é de grande importância não só para os donos dessas lan houses, mas também para as comunidades em que atuam, uma vez que esses estabelecimentos são uma das principais formas de acesso à internet de pessoas com baixa renda.

Referência: Agência Brasil.