Oracle: Plugin do ODF para o Office começa a ser cobrado

Plugin ODFAos poucos, os “efeitos colaterais” da aquisição da Sun pela Oracle começam a aparecer. Nesta semana, esta última anunciou a cobrança de 90 dólares por usuário pelo plug-in desenvolvido pela Sun que permite a integração dos padrões ODF ao Microsoft Office. Até então, a ferramenta era gratuita.

O plug-in se mostrou como uma eficiente solução para empresas e entidades governamentais que, embora utilizem o Microsoft Office, necessitam trabalhar com documentos nos formatos do ODF. Não por menos, a cobrança da Oracle tem como foco justamente essas organizações: as licenças só podem ser adquiridas com quantidade mínima de 100 usuários, o que significa que cada companhia terá que desembolsar, no mínimo, 9 mil dólares para fazer uso do plug-in. É possível pagar menos por contratos finitos. Por exemplo, a aquisição de licenças por um ano custa 18 dólares por usuário.

Por esses preços, espera-se ao menos que o serviço de suporte esteja incluído, não é? Errado! De acordo com a Oracle, o suporte é oferecido de forma separada e custa 19,80 dólares anuais por usuário.

Felizmente, há soluções mais baratas para empresas que não estiverem dispostas a pagar esses valores. A utilização do Google Docs é uma delas, assim como a adoção do OpenOffice.org (BrOffice.org no Brasil). Ambos os pacotes trabalham bem com os formatos do ODF.

Referência: BusinessWeek.