Microsoft perde processo sobre patente e fica proibida de vender licenças do Word

Word 2007A empresa i4i acaba de se sair vitoriosa de um processo judicial que moveu contra a Microsoft sob a acusação de quebra de patente. Este última teria utilizado indevidamente uma tecnologia relacionada ao formato XML que pertence à i4i nas versões 2003 e 2007 do editor de textos Word.

Por conta disso, a Microsoft está impedida de vender licenças do programa nos Estados Unidos que contenham tal recurso a partir de 11 de janeiro de 2010. Além disso, a empresa terá que pagar uma indenização de 290 milhões de dólares. Na verdade, essas decisões haviam sido anunciadas em agosto de 2009, no entanto, a Microsoft recorreu da sentença na ocasião.

A decisão judicial não afeta os usuários que já tenham licenças do Word com a tecnologia da i4i, assim como não afeta a distribuição do Word 2010 (em fase beta), já que esta versão não utiliza o referido recurso. Por meio de um comunicado, a Microsoft afirmou que reconheceu a sentença e que já está trabalhando para remover a funcionalidade patenteada, ao mesmo tempo em que estuda outra opções legais para lidar com o problema.

Referências: CNET News, Microsoft PressPass.