Lenovo assume liderança em PCs, mas tem poucos motivos para comemorar

Teclado - Imagem ilustrativaUm levantamento divulgado nesta semana pelo Gartner mostra que a chinesa Lenovo assumiu a liderança global do mercado de PCs. Mas a empresa – assim como seus concorrentes – não tem muito o que comemorar: o segmento continua apresentando quedas expressivas no número de vendas.

Considerando o segundo trimestre (abril a junho) do ano, o relatório mostra que a Lenovo teve participação de 16,7% no mercado de PCs contra 16,3% da HP, que ocupava a liderança até então. A Dell, que outrora também foi líder, apareceu na terceira colocação com fatia de 11,8%. As posições seguintes foram ocupadas, respectivamente, por Acer (8,3%) e Asus (6%).

A Lenovo conseguiu a liderança não porque suas vendas cresceram, mas sim porque foi a fabricante que menos apresentou queda: enquanto o número de computadores vendidos pela HP caiu 4,8%, esta taxa na Lenovo foi de 0,6% em comparação com o segundo semestre de 2012:

  • Lenovo: -0,6%;
  • HP: -4,8%;
  • Dell: -3,9%;
  • Acer: -35,3%;
  • Asus: -20,5%.

O motivo para estes números negativos você certamente conhece: o crescimento acelerado na venda de dispositivos móveis mais sofisticados, especialmente tablets, segmento no qual nenhuma das mencionadas empresas se destaca.