Inundações na Tailândia geram crise no mercado de discos rígidos

Imagem de HDNos últimos meses, uma série de inundações na Tailândia causou a morte de mais de 400 pessoas, sem contar outras que estão desaparecidas ou desabrigadas. A tragédia também afetou o setor industrial, sendo que um dos segmentos que mais sentiram o impacto foi o de discos rígidos (HDs), afetando imediatamente o abastecimento mundial.

Isso acontece porque a Tailândia é o segundo maior produtor de HDs do mundo. As principais empresas do ramo, como Seagate, Toshiba e Western Digital, contam com fábricas no país que foram afetadas pelas inundações. Como a produção foi prejudicada, os preços dos discos rígidos estão disparando.

Este problema ocorre não só por conta da menor entrada de HDs no mercado, mas também porque os fabricantes acabam tendo que pagar mais caro por determinados componentes, justamente pela dificuldade de acesso a estes.

Esta “crise” está prestes a atingir o mercado de PCs. A Asus, por exemplo, declarou ter estoque de HDs apenas até o final deste mês (novembro de 2011). Se não houver alguma solução “milagrosa” até lá, a companhia terá que priorizar a fabricação de computadores que utilizam SSD, que são mais caros e que, portanto, muito provavelmente afetarão negativamente o volume de venda da companhia.

Também já é possível sentir aumentos significativos de preços de HDs em lojas voltadas para o consumidor final, inclusive no Brasil.

O que pode amenizar o problema é o reforço da produção de fábricas em outras localidades. A Toshiba, por exemplo, declarou que vai transferir sua produção para sua unidade fabril localizada nas Filipinas, embora não se saiba se esta terá capacidade de atender à demanda da fábrica tailandesa.

Referências: ZDNet, PCWorld, Reuters.