Governo estuda isenções fiscais para diminuir preços de smartphones

SmartphoneO Ministério das Comunicações está estudando a possibilidade de aplicar isenções fiscais em smartphones produzidos no Brasil, a exemplo do que já é possível com tablets fabricados localmente. Com isso, os preços destes dispositivos poderão  ficar cerca de 25% menores para os brasileiros.

A ideia surgiu a partir do pressuposto de que o acesso à internet no celular é um “sonho” crescente entre a população, especialmente na classe C. “As pessoas querem andar de ônibus navegando na internet”, argumentou Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações, ao jornal Folha de São Paulo.

Do ponto de vista comercial, as expectativas são bastante positivas. O Brasil encerrou o ano de 2011 com cerca de 240 milhões de telefones celulares em uso, mas pouco menos de 40 milhões têm acesso à internet, mostrando que este é um mercado bastante promissor. No entanto, para mudar este cenário, não apenas os aparelhos devem ficar mais baratos, como também os serviços oferecidos pelas operadoras.

Sobre os aparelhos, é necessário considerar que as isenções fiscais, por si só, podem não causar a redução de preços esperada, por isso, o governo deve acompanhar de perto fatores como variação cambial e custos para modernização ou criação de fábricas. No caso dos tablets, por exemplo, as medidas que reduzem os preços destes dispositivos no Brasil não tiveram, até o momento, impacto expressivo.

Referência: Folha.