Google compra empresa formada por ex-funcionários da Apple

Não contente em ter adquirido a Episodic e a Plink neste mês, o Google foi novamente às compras e levou para casa a empresa Agnilux. Só que aqui a história é um pouquinho diferente. Para começar, o Google não fez nenhum pronunciamento público sobre essa transação (até o momento, ao menos). Em seguida, há o fato de essa companhia ter sido formada por ex-funcionários da Apple.

Explica-se: a Agnilux foi fundada pelos mesmos criadores da PA Semi, empresa especializada em semicondutores que foi comprada pela Apple em 2008 por nada menos que 278 milhões de dólares. Só para você ter uma ideia da importância desse negócio, especulá-se que a PA Semi foi a responsável pelo projeto que deu origem ao processador que é utilizado no iPad.

Depois da venda, algumas pessoas que trabalhavam na PA Semi foram incorporadas à Apple, mas logo decidiram criar a Agnilux, que aparentemente conta também com a participação de ex-funcionários da Cisco e da TiVo. E o que essa tal de Agnilux faz? É aí que está o problema: não se sabe ao certo. Tudo indica que a companhia também é especializada em chips e que estaria desenvolvendo algum tipo de servidor em conjunto com a Cisco. Seja lá no que for que a empresa esteja trabalhando, a certeza que se tem é apenas a de que é secreto.

De qualquer forma, uma fonte próxima ao Google declarou ao New York Times que a Agnilux não continuará focada em seu projeto atual, mas sim que ajudará no desenvolvimento de soluções como o Chrome e o Android, por exemplo. Se isso é verdade ou se é apenas uma maneira de despistar, talvez, por ora, só o James Bond consiga saber…

Referências: NYTimes.com [1], [2].