Google anuncia o WebM, novo formato de vídeos para a internet

WebMO evento Google I/O, que acontece hoje e amanhã em San Francisco, Estados Unidos, está sendo palco de alguns anúncios importantes, entre eles, o WebM, uma nova proposta de formato de vídeos para a Web. A novidade é baseada nos codecs Ogg Vorbis (para áudio) e VP8, este último da On2, empresa adquirida pelo Google em agosto de 2009.

Ambos os codecs são agrupados no padrão Matroska, um tipo de contêiner que permite inserir em um único arquivo uma combinação de vídeo, áudio e legenda. A ideia é criar uma alternativa aos formatos Flash e H.264, ambos bastante eficientes na transmissão de vídeo pela internet, mas passíveis de cobranças de licença para utilização. O WebM, por sua vez, é um formato aberto e que não exige o pagamento de royalties.

O WebM também tem a proposta de ser mais adequado às transmissões de vídeo pela internet do que seus concorrentes. O formato foi planejado para exigir pouco processamento, mesmo com filmes de alta definição, o que pode evitar ou amenizar gargalos em sua execução por dispositivos mais simples, como smartphones e netbooks, por exemplo.

Entre as empresas que já anunciaram apoio ao WebM estão Mozilla e Opera – o que deve resultar em compatibilidade com os navegadores Firefox, Opera e Chrome -, além de ARM, Skype, Logitech, NVIDIA, Qualcomm e outras. Mais detalhes podem ser obtidos no site www.webmproject.org.

Referência: CNET News.