Falece Michael S. Hart, o precursor do livro eletrônico

Faleceu no último dia 06, aos 64 anos de idade, Michael S. Hart, norte-americano tido como precursor do livro eletrônico (ebook), sendo responsável pela fundação do Projeto Gutenberg, iniciativa criada para digitalizar e distribuir gratuitamente livros e outras publicações escritas.

O projeto começou em 1971, quando Hart, na condição de estudante da Universidade de Illinois, decidiu digitalizar e distribuir uma cópia da Declaração de Independência Norteamericana que guardava em sua mochila, como forma de retribuir o acesso que tinha a um supercomputador da instituição de ensino.

Ao perceber que, dentro de alguns anos, a computação se tornaria um meio eficiente para a busca de informação, Hart tratou de digitalizar e distribuir gratuitamente outras obras. Entre elas há clássicos da litetura, como as obras de Shakespeare, Homero e Mark Twain. Hoje, o Projeto Gutenberg – nome dado em homenagem ao alemão Johannes Gutenberg, que facilitiou a distribuição de obras escritas ao inventar a prensa móvel – conta com mais de 30 mil obras digitalizadas e disponibilizadas gratuitamente.

Além de defensor do livro eletrônico e do acesso a obras de domínio público, Hart também demonstrou sua genialidade ao construir computadores, aparelhos de som e outros dispositivos, muitas vezes utilizando componentes descartados.

Michael S. Hart faleceu em sua casa, em Illinois, Estados Unidos, com a causa de sua morte não revelada.

Referência: Los Angeles Times.