CGI.br: Brasil não figura mais entre os dez países que mais emitem SPAM

Símbolo de arroba - imagem ilustrativaO Comitê Gestor da Internet (CGI.br) divulgou hoje (19/03/2013) uma notícia bastante animadora: o Brasil deixou de se posicionar na lista dos dez países que mais emitem SPAM, de acordo com as medições da CBL (Composite Blocking List), que fornece diariamente dados sobre endereços IP relacionados a este tipo de atividade.

A queda do Brasil neste indesejado ranking se deve principalmente à iniciativa Gerência de Porta 25, em vigor desde 2005. Trata-se de uma série de acordos estabelecidos entre o CGI.br e empresas de telecomunicações para diminuir o volume de SPAM oriundo especialmente de computadores domésticos.

A etapa final da iniciativa, que ocorreu em dezembro de 2012, é a que efetivamente apresentou resultados: nesta ocasião, as empresas envolvidas realizaram o bloqueio da porta 25 (SMTP), que a princípio é utilizada para a emissão de e-mails legítimos, mas que as poucos passou a ser usada massivamente para atividades de SPAM.

O resultado destes esforços é que, no início de 2009, o Brasil ocupava a primeira posição da CBL com mais de 1 milhão de IPs envolvidos com SPAM, número que representava 17% do total, mas agora ocupa a 12ª colocação, com cerca de 200 mil endereços, correspondentes a 2%.

Apesar dos resultados satisfatórios, os trabalhos continuarão: “(…) é preciso continuar acompanhando os números, pois temos uma rede muito grande e a aplicação da medida às redes residenciais brasileiras precisa ocorrer continuamente. A expectativa é que continuaremos a cair nos rankings”, explica Henrique Faulhaber, conselheiro do CGI.br.

É possível saber mais sobre o assunto no site antispam.br.