Apple apresenta o iPhone OS 4.0 – Veja as principais novidades

Steve Jobs subiu novamente ao palco para apresentar mais uma novidade da Apple: o iPhone OS 4.0, versão mais recente do sistema operacional criado para as linhas iPhone, iPod touch e, mais recentemente, iPad. O software chega com mais de 100 novidades e também com mais de 1.500 novas APIs para que desenvolvedores possam aproveitar todos os novos recursos.

Steve Jobs apresentando o iPhone OS 4.0 - Imagem por Apple
Steve Jobs apresentando o iPhone OS 4.0 – Imagem por Apple

O principal destaque do iPhone OS 4.0 fica por conta da esperada capacidade de multitarefa, que permitirá que o aparelho execute mais de uma aplicação ao mesmo tempo. De acordo com Jobs, a demora para a implementação dessa capacidade se deve aos cuidados da Apple para assegurar que a carga da bateria não seja consumida mais rapidamente nessas circunstâncias. Para isso, a empresa criou “categorias” de ferramentas que rodam em segundo plano:

  • Background Audio: permite que aplicações executem áudio em segundo plano;
  • VoIP: permite o funcionamento de ferramentas de VoIP, como o Skype, enquanto outros programas estão abertos;
  • Background Location: permite o funcionamento de recursos de GPS em segundo plano e a atualização em tempo real dos dados de localização do usuário;
  • Local Notifications: permite notificações de informações locais (dados do trânsito, por exemplo) quando outra tarefa está em execução;
  • Push Notifications: permite notificações oriundas de um servidor (chegada de e-mail, por exemplo) quando outra tarefa está em execução;
  • Task Notifications: permite notificações de programas rodando em segundo plano (finalização de uma tarefa, por exemplo);
  • Fast App Switching: não é, necessariamente, uma categoria, mas se mostra bastante útil, pois permite a manutenção do estado da aplicação atual para que esta retorne de onde parou após uma interrupção.

É importante frisar que as funcionalidades de multitarefa rodarão apenas no iPhone 3GS, na terceira geração do iPod touch, no iPad e, claro, nas versões posteriores desses aparelhos.

Eis outras novidades do iPhone OS 4.0 dignas de nota:

  • iBooks: uma das principais características do iPad é a possibilidade de ler livros eletrônicos, isto é, e-books. Com a ferramenta iBooks, essa tarefa se torna mais fácil no iPhone, uma vez que se trata praticamente do mesmo aplicativo utilizado para esse fim no iPad;
  • iAd: com esse recurso, desenvolvedores poderão oferecer aplicativos gratuitos ao usuário, mas que geram receita por meio de anúncios exibidos nessas ferramentas. O gerenciamento e a hospedagem da publicidade ficará por conta da Apple, que receberá em troca 40% da receita obtida;
  • Game Center: uma espécie de rede social para jogos onde o usuário pode participar de disputas on-line, fazer parte de rankings, obter novidades sobre games, entre outros;
  • Folders: usuários que instalam vários aplicativos no iPhone agora poderão organizá-los em pastas.

Entre as novidades também estão um cliente de e-mail melhorado, suporte a teclados Bluetooth, recursos para uso corporativo do iPhone, mais funcionalidades para a câmera, enfim. O iPhone OS 4.0 deverá estar disponível aos usuários no meio do ano (2010). Usuários do iPad terão que aguardar um pouco mais. Programadores, no entanto, já têm acesso ao kit de desenvolvimento (ainda em fase de testes). Para isso, basta acessar o seguinte link: developer.apple.com.

* * *

Ao entrar no palco, Steve Jobs fez questão de mencionar os números relacionados ao iPhone: são mais de 50 milhões de aparelhos (85 milhões, se considerarmos também o iPod touch) vendidos, cerca de 185 mil aplicativos na Apple Store com 3,5 milhões de downloads, mais de 600 mil e-books comprados e, pelo menos, 450 mil unidades do iPad comercializadas. Nada mal…

iBooks: livros no iPad e, agora, no iPhone - Imagem por Apple
iBooks: livros no iPad e, agora, no iPhone – Imagem por Apple

Referências: Apple, gdgt.