Anatel: somente celulares homologados podem ser bloqueados em caso de perda ou furto

Imagem ilustrativa de telefone celularPouca gente sabe, mas é possível bloquear o telefone celular em caso de perda, furto ou roubo. Desta forma, quem estiver de posse do aparelho não conseguirá utilizá-lo, mesmo que o cartão SIM seja trocado (a não ser que utilize alguma técnica que consiga burlar esta proteção). Mas, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), somente aparelhos certificados e homologados garantem que esta ação possa ser realizada.

Qualquer telefone celular – desde os modelos mais simples até os mais avançados – precisam estar de acordo com as normas locais para serem comercializados no Brasil. É por isso que muitos aparelhos que são anunciados em outros países levam mais tempo para serem lançados por aqui.

De acordo com a Anatel, os aparelhos homologados atendem às especificações técnicas que permitem o seu bloqueio remoto pela operadora em caso de perda ou furto, assim como impedem a “clonagem” do aparelho. Estes recursos podem não funcionar devidamente em telefones “genéricos”, por exemplo, razão pela qual é recomendável a utilização de celulares de fabricantes que atuam no Brasil.

Para bloquear o seu aparelho – e não somente o cartão SIM – em caso de perda, furto ou roubo, é necessário entrar em contato o quanto antes com a sua operadora, de preferência, depois de registrar um Boletim de Ocorrência. Além de seus dados pessoais, é extremamente recomendável ter em mãos o número IMEI do dispositivo, que pode ser obtido por meio da digitação da sequência *#06# no celular.

Referência: Agência Brasil.