Anatel: operadoras devem oferecer ferramenta que mede velocidade de banda larga fixa

Imagem ilustrativa de modemPor determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as operadoras que fornecem serviço de banda larga fixa para mais de 50 mil clientes devem disponibilizar em seu site uma ferramenta para que o  cliente possa medir a velocidade de sua conexão, assim como uma cartilha sobre o assunto.

A determinação começou a valer hoje (29/02/2012) e, de acordo com a própria Anatel, as companhias que devem atendê-la são as seguintes: Oi, NET, Telefônica, GVT, CTBC Telecom, Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom. Em todas, a ferramenta e a cartilha explicativa devem estar disponíveis em local de destaque nos sites. Em uma verificação feita pelo InfoWester na data de hoje, às 19h30 (horário de Brasília), foi constatado o seguinte:

  • Oi: ferramenta e cartilha disponíveis na página Internet;
  • NET: ferramenta e cartilha disponíveis em Banda Larga / Medidor de Velocidade;
  • Telefônica: ferramenta e cartilha disponíveis na página Internet;
  • GVT: ferramenta e cartilha disponíveis no rodapé do site;
  • CTBC Telecom: ferramenta disponível em Internet / Velocidade de Conexão. Cartilha não encontrada;
  • Embratel: ferramenta e cartilha disponíveis no link Espaço Cliente (para empresas);
  • Sercomtel: ferramenta e cartilha disponíveis na página Internet;
  • Cabo Telecom: ferramenta e cartilha disponíveis na página Internet.

Vale frisar que os sites das operadoras podem exibir informações diferentes de acordo com a localização geográfica do usuário.

A ferramenta é a mesma para todas as operadoras e, provisoriamente, consiste no site www.speedtest.net, já bastante conhecido para este tipo de teste. A ferramenta definitiva deverá ser disponibilizada apenas em outubro de 2012, ocasião em que também deverá ser liberada uma versão capaz de avaliar o acesso móvel.

A medição serve para que os usuários possam acompanhar as metas de desempenho de banda larga estabelecidas pela Anatel, que prevê que, até outubro deste ano, as operadoras ofereçam pelo menos 60% da velocidade contratada, considerando a média do mês. Este percentual aumentará gradualmente até chegar a 80% em 2014.

Referência: Agência Brasil.

Um comentário em “Anatel: operadoras devem oferecer ferramenta que mede velocidade de banda larga fixa”

  1. isso é uma vergonha o orgão que cuida do gerenciamento da banda larga não tem voz altiva com as operadora que fazem o que bem entendem se contrata 600k e o cliente só recebe no minimo 250k
    ela sim é deveria ter o controle da velocidade e náo deixar por conta do usuario. Sim as operadora disponibiliza a tal ferramenta para medir a velocidade. conctatda que a velocidade qual as providencias que serao tomadas? nemhuma por que quem manda são as operadoras elas é que ditam as regras alguém conhece alguma operadora que foi punida por não entregar o prometido( velocidade) já não por que Anatel não tem força porque se tivesse elas teriam que entregar o0 esta no contrato e não vemha com desculpa esfarrapada tais como fiação velha, filtro ruim, pc mal configurado, pc velho localização com a central todas essas desculpas não se justificaria a falta de compromisso com o cliente. que fica a mercê dessas desculpa das operadoras. Sim tem a ferramenta para medir a velocidade, constatada a irregularidade e dai quem vai tomar as devidas providencias??????

Os comentários estão fechados.