Anatel cogita criar índice de avaliação da banda larga móvel

3GA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está cogitando criar um indicador para medir a qualidade das conexões da categoria banda larga móvel no Brasil. A proposta foi apresentada em audiência pública realizada no último dia 11.

De acordo com o documento da Anatel, a ideia é a de determinar a garantia de pelo menos 50% da velocidade contratada para cada conexão em horários de pico e de no mínimo 70% durante o restante do dia. O documento também prevê um período de adaptação de 12 meses às operadoras, onde a velocidade mínima não poderá ser inferior a 30%. Além disso, as tentativas de conexão devem ser estabelecidas em 98% dos casos, considerando o mês atual.

A Anatel também pretende realizar uma pesquisa para avaliar o nível de satisfação da banda larga móvel entre os consumidores e criar um limite que estabelece que a relação entre as queixas recebidas pela entidade contra as operadoras e as reclamações registradas nos canais de atendimento destas não podem ultrapassar 2%. Essa seria uma forma de “incentivar” as empresas a resolver os problemas dos clientes tão logo estes entrarem em contato.

Até o próximo dia 26 (agosto de 2010), a Anatel estará recebendo contribuições públicas da sociedade para avaliar o assunto.

Referência: Portal Anatel.