Aloizio Mercadante: 25 empresas querem fabricar tablets no Brasil

Pouco tempo depois de afirmar que os primeiros tablets fabricados no Brasil com base na MP que reduz impostos chegarão ao mercado em setembro, Aloizio Mercadante, ministro da Ciência e Tecnologia, disse hoje (12/08/2011) que 25 empresas já manifestaram interesse em produzir esse tipo de dispositivo no país.

De acordo com Mercadante, entre as companhias que fazem parte desta lista estão: Apple, Itautec, LG, Motorola, Positivo, Samsung e Semp Toshiba. Das 25 empresas, 9 já estão praticamente licenciadas, indicando que a sua produção poderá começar em breve: AIOX, Envision, LG, Motorola, MXT, Positivo, Samsung, Semp Toshiba e Sanmina-SCI.

O ministro espera que o mercado brasileiro já conte com tablets produzidos nacionalmente nas festas de fim de ano: “vai ser abundante [a oferta] e eu acho que nós vamos ter, no Natal, muitas opções de qualidade, de preço, de formato. A concorrência é o melhor caminho para o consumidor usufruir [de um produto]”.

iPad 2: em breve produzido no Brasil? (imagem por Apple)

iPad 2: em breve produzido no Brasil? (imagem por Apple)

Aloizio Mercadante também sinalizou sobre a possibilidade de a redução de impostos ser aplicada em outros produtos, considerando o esquema dos tablets, onde, inicialmente, a produção nacional deve contar com pelo menos 25% de componentes fabricados no Brasil, mas aumentar este número para 80% em três anos: “se nós levarmos esse modelo para celulares e para televisores e exigirmos mais conteúdo e memória, nós trazemos semicondutores [para serem produzidos no Brasil] nessa área”.

O ministro destacou ainda as expectativas de que estas iniciativas coloquem o Brasil na lista dos 20 maiores produtores de semicondutores. “E tem que entrar no clube dos quatro que produzem telas, displays. Esse é o maior desafio do ministério no momento”, complementou.

Referência: Agência Brasil.

Um comentário em “Aloizio Mercadante: 25 empresas querem fabricar tablets no Brasil”

Os comentários estão fechados.