Acervo de obras de Portinari já pode ser visualizado na internet

As obras do artista brasileiro Candido Portinari são conhecidas no mundo todo, mas muitos de seus trabalhos são inacessíveis ao público em geral por estarem em acervos privados existentes em vários países. E é aqui que o Projeto Portinari entre em cena: a iniciativa permite a qualquer pessoa conhecer pela internet as mais de 5 mil obras do pintor.

Projeto Portinari

Isso é possível graças ao “trabalho de detetive” comandado pelo engenheiro João Candido Portinari, filho do artista, que resultou na pesquisa, localização e registro das obras durante os últimos 20 anos. “Foi uma aventura que só teve sucesso graças à solidariedade da sociedade brasileira. Esse trabalho imenso não se restringiu apenas ao levantamento das obras, conseguimos também reunir mais de 30 mil documentos”, disse em entrevista à Agência FAPESP.

O Projeto Portinari também tem suas atividades off-line. Há 13 anos que a iniciativa divulga as obras de Portinari em exposições itinerantes que percorrem todo o Brasil, visitando principalmente comunidades mais afastadas.

O próximo passo será a exibição dos dois grandiosos painéis Guerra e Paz, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Considerados pelo próprio artista como os seus melhores trabalhos, estas obras foram criadas para a sede das Nações Unidas, nos Estados Unidos, mas como o prédio está em reforma, ficarão sob a guarda do Projeto Portinari até 2013.

Portinari faleceu em 1962 vítima da dedicação ao seu trabalho: manteve tanto contato com as tintas a óleo de suas pinturas, que acabou falecendo por intoxicação no mencionado ano.

O Projeto Portinari pode ser conferido no site www.portinari.org.br.

Referência: Agência FAPESP.