10,51 petaflops: supercomputador mais rápido do mundo ficou mais… Rápido!

Em junho deste ano, o Japão voltou a ter o supercomputador mais rápido do mundo. Trata-se do K, desenvolvido pela Fujitsu em parceria com a RIKEN Advanced Institute for Computational Science. Mas, o que era bom ficou melhor ainda: o K teve sua capacidade aumentada e, consequentemente, ficou mais rápido.

Quando assumiu a liderança, o K era capaz de trabalhar com 8,1 petaflops, isto é, podia processar mais de 8 quatrilhões de operações de ponto flutuante por segundo. Agora, este número aumentou para 10,51 petaflops. Isso se deve ao fato de a Fujitsu e a RIKEN terem aumentado a quantidade de CPUs do K: em junho de 2011, o supercomputador possuía 68.544 processadores SPARC64VIIIfx. Agora, conta com 88.128.

Supercomputador K – Imagem por RIKEN

Supercomputador K – Imagem por RIKEN

Com este upgrade, o K se tornou o primeiro supercomputador a superar a barreira dos 10 petaflops. Mas sua construção não é um mero capricho: o K foi encomendado pelo Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão para trabalhar em pesquisas científicas.

A liderança, no entanto, pode não durar muito: as empresas IBM e Cray estão trabalhando em um supercomputador para o departamento de energia dos Estados Unidos que deverá superar a casa dos 20 petaflops. A expectativa é a de que o equipamento fique pronto em 2012.

Referências: Wired, RIKEN.