UOL lança comunicador compatível com MSN, ICQ, Yahoo! e Jabber

O provedor UOL acaba de disponibilizar um aplicativo de mensagens instantâneas compatível com os principais comunicadores do mercado: MSN Messenger, ICQ (já pouco usado no Brasil, mas ainda popular nos EUA), Yahoo! e Jabber (protocolo utilizado pelo Google Talk). Além disso, os usuários também podem acessar serviços do UOL pelo software.

A maior surpresa do programa é o fato do UOL ter atribuído a ele uma licença GPL (General Public License), que o torna software livre. Com isso, qualquer pessoa pode utilizá-lo gratuitamente e acessar seu código-fonte.

UOL Messenger

Como mostra a imagem acima, a interface do programa é bonita e lembra muito o visual do MSN Messenger, só que sem propaganda. Algumas funcionalidades também são parecidas, como as opções de bloquear contatos e enviar/receber arquivos.

Apesar de ser software livre, O UOL Messenger está disponível apenas para o Windows. Para Mac e Linux, o UOL recomenda o Adium X e o Gaim, respectivamente.

Para obter mais informações sobre o UOL Messenger e para baixá-lo, clique aqui. Vale lembrar que não é necessário ser assinante do UOL para utilizar o programa.

Emerson Alecrim





8 comentários:

  1. Felipe


    Eles não tem mais o que inventar!

  2. Claudio Freitas


    Não sei o que de diferente o programa tem em relação aos outros comunicadores, mas se não houver nenhuma funcionalidade a mais ou nada que o torne especial em relação aos outros, então não vejo o por quê ficar reinventando a roda. Já existem comunicadores muito bons atualmente.

  3. Felipe Sanches


    Na verdade, o UOL não “optou” por usar a GPL. Eles são obrigados a fazê-lo uma vez que a maior parte do código do UOL Messenger é o próprio gaim (que está sob a GPL).

    Quanto ao comentário do Claudio Freitas, a grande vantagem do UOL Messenger (assim como do gaim) é poder ter várias contas de IMs em um único programa. Isso com certeza é melhor do que se o UOL tivesse se metido a inventar um protocolo novo!

  4. Wilerson


    Felipe Sanches, este erro (criar um protocolo próprio) é algo que eles já cometeram, não lembra do “ComVC”?

  5. Emerson Alecrim


    Bom saber disso, agora só não entendo o porquê do UOL não ter lançado uma versão para Linux, já que o programa se baseia no Gaim. Séria até uma forma de “obter mais pontos” com as comunidades de software livre.

  6. CLAUDEMIR


    DA PARA VIDEO CONFERENCIA?

  7. Emerson Alecrim


    Não tem video-conferência, pelo menos não por enquanto…

  8. Felipe Sanches


    A uol diz que irá adicionar ao uolm novas features futuramente.

    Se ela adicionar suporte a audio e vídeo, provavelmente será ou (1) algo baseado no gaim-vv, um fork amigável do gaim, ou (2) irá criar algo por conta própria talvez usando APIs pré-existentes de suporte a voz e vídeo.

    No caso 1, talvez não ajude muito pois eles provavelmente removerão os Makefiles referentes a esta parte, como já fizeram ao modificar o gaim.

    No caso 2 também não deve ajudar muito já que provavelmente será algo proprietário e/ou windows-only.