Telefônica lança site para detalhar mudanças no Speedy: será que convence?

Tudo o que a Telefônica vinha fazendo para enfrentar os seus problemas não era suficiente. Era preciso fazer mais e melhor. E a Telefônica está fazendo. Neste site, além de conhecer as ações de estabilização, verificação e ampliação que a Telefônica vem realizando, você poderá esclarecer dúvidas e acompanhar as notícias referentes ao programa que está fazendo no Speedy uma transformação e no atendimento uma reformulação. Tamanha modificação não se faz da noite para o dia. Mas cada dia, você vai perceber uma Telefônica melhor.

O texto acima é a mensagem de boas-vindas do hotsite Telefônica em Ação. Como é possível perceber, trata-se de um canal de comunicação que a Telefônica criou para descrever as mudanças que estão sendo implementadas no serviço de acesso à internet em banda larga Speedy.

Como você deve saber, em junho (2009), a Anatel determinou a suspensão das vendas de novas assinaturas do Speedy por causa das constantes falhas no serviço. Como vítima cliente da Telefônica, concordei com a medida, mas achei que uma multa pesada também deveria ser aplicada.

Ilustração com a palavra De qualquer forma, a proibição de novas assinaturas parece ter sido o suficiente para a Telefônica se mexer, pois há três semanas que eu não enfrento mais lentidão, quedas de conexão ou falhas de DNS. Conversando com algumas pessoas que também usam Speedy, todas notaram alguma melhora. Também reparei que as reclamações contra o serviço diminuíram no Twitter.

Com a criação do hotsite, a Telefônica informa quais medidas já foram executadas para melhorar o Speedy e quais ações estão em andamento. Isso é bom, pois é uma forma de prestar esclarecimentos à parte que mais interessa nessa história toda: o consumidor. A empresa também se beneficia, pois com a iniciativa pode melhorar um pouco a sua imagem, que obviamente anda deveras negativa.

Mas, tanto o site quanto os anúncios que a Telefônica vem veiculando na mídia não serão suficientes para convencer ninguém. No dia-a-dia, sofremos tanto com o desrespeito de um monte de empresas, que passamos a adotar o estilo “só acredito vendo” ou, no caso do Speedy, “só acredito se minha conexão permanecer estável”. E mesmo assim alguma desconfiança vai permanecer, pois todo mundo sabe que as mudanças no serviço só estão sendo promovidas porque a Anatel, finalmente, resolveu agir. É uma pena que tenha que ser assim…

Emerson Alecrim