2011
20
nov

Carros “reais” de Mario Kart na feira Auto Show de Los Angeles

A japonesa Nintendo encontrou uma maneira bastante interessante de promover o jogo Mario Kart 7, que será lançado em dezembro de 2011 para o console Nintendo 3DS: montou um estande na feira Auto Show de Los Angeles, Estados Unidos, para mostrar versões “reais” de dois carros do game:

Carro do Mario na LA Auto Show

Carro de Mario Kart 7 na LA Auto Show

Fantástico, não? É muito pouco provável que isso aconteça, mas eu adoraria ver estes carros no próximo Salão do Automóvel de São Paulo 🙂

Fotos: Facebook Mario Kart. Vídeo: BlockPunch.

Emerson Alecrim

 
comente

2011
01
ago

Mesmo sem um chefão no final, a Nintendo está numa fase ruim de passar

Definitivamente, a Nintendo não está em um momento bom. Depois de ter causado uma revira-volta no mercado com o lançamento do Wii e o seu joystick sensível a movimentos, a empresa não está conseguindo se manter na vanguarda do mercado. Prova disso são as decisões tomadas pela companhia nos últimos dias.

Na semana passada, a Nintendo anunciou a redução de preços do 3DS. No Estados Unidos, por exemplo, o valor do console cairá de 250 para 170 dólares. Os novos preços passarão a valer a partir do dia 11 de agosto de 2011. Como compensação, a Nintendo prometeu uma pacote de 20 jogos para quem adquirir o 3DS antes desta data, com o preço antigo.

Recentemente, Satoru Iwata, presidente da Nintendo, justificou a medida dizendo que a companhia não quer repetir o erro cometido com o GameCube: comercializado entre 2001 e 2006, o console nunca conseguiu superar os rivais Xbox e PlayStation 2, mas, de acordo com o executivo, essa história poderia ter sido diferente se a empresa tivesse baixado o preço do GameGube a tempo.

3DS – Imagem por Nintendo

3DS – Imagem por Nintendo

Em outras palavras, a Nintendo baixou o preço do 3DS porque as vendas do portátil estão muito abaixo do esperado, mas ainda há tempo para uma reação. O problema é que o console tem cerca de seis meses de existência, portanto, um anúncio tão radical assim em tão pouco tempo pode indicar “desespero”. Para aumentar as vendas, talvez a Nintendo devesse combinar a redução de preços com parcerias mais fortes com outros estúdios de games, pois um dos grandes problemas do 3DS, no momento, é a quantidade pequena de bons títulos.

E não termina por aí: a popularização de smartphones com iOS (iPhone) e Android também pode ter sua parcela de influência. Com esse tipo de aparelho sendo capaz de executar cada vez mais tarefas, muitos consumidores podem estar preferindo ter um único dispositivo portátil para se comunicar, acessar a internet, ouvir músicas, assistir a vídeos e… jogar.

O declínio do Wii (natural até, porque o console já está há um bom tempo no mercado), as vendas fracas do 3DS e as incertezas sobre o futuro console Wii U têm um preço: a companhia teve quase 325 milhões de dólares de prejuízo no último trimestre e, como consequência, baixou a sua expectativa de lucro em 82%.

Diante dessa situação nada confortável, Satoru Iwata decidiu cortar o próprio salário em 50%. Outros executivos da companhia também terão redução salarial, variando entre 20% e 30%. Uma atitude nobre, bem típica dos japoneses. Só que essa turma aí vai ter que pensar em outro gesto nobre se a situação do 3DS não melhorar e se o futuro Wii U não for bem recebido pelo mercado. É realmente uma fase difícil de lidar.

Referências: Digital Trends, Digital Trends [2], Bloomberg.

Emerson Alecrim

4
comentários

2011
08
jun

E3: Nintendo anuncia a sua mais nova aposta, o console Wii U

Com as vendas do Wii em queda livre e com os consoles concorrentes Xbox 360 e PlayStation 3 ganhando cada vez mais mercado, nada mais natural do que esperar que a Nintendo revelasse sua reação na edição 2011 da feira de game E3, que acontece até amanhã nos Estados Unidos. E essa reação veio, cercada de desconfiança, mas veio, e atende pelo nome de Wii U.

Quando o vi pela primeira vez, sem conhecer nenhuma de suas especificações, imediatamente lembrei do Game Gear, console portátil que a Sega lançou em 1990. Mas, é claro que a Nintendo não iria lançar um console para concorrer com o 3DS. Essa impressão é porque eu vi, na verdade, o joystick do Wii U, que possui uma generosa tela de 6,2 polegadas sensível ao toque e botões ao redor, além de recursos como acelerômetro e giroscópio, lembrando, de fato, um console portátil.

Joystick do Wii U – Imagem por Nintendo

Joystick do Wii U – Imagem por Nintendo

Como se não bastasse, o joystick conta também com câmera frontal, microfone, navegador de internet e ferramentas para que o usuário possa realizar videochamadas, obter vídeos, entre outros. Pronto, já não o acho mais parecido com o Game Gear, mas sim com um tablet! Ah, e um detalhe: o controle também é compatível com o atual Wii e seus acessórios. Ponto para a Nintendo!

Na E3, a empresa afirmou que será possível visualizar informações adicionais de um jogo na tela do joystick, assim como será possível utilizar o acessório para continuar uma game iniciado pelo console. Aliás, a interação entre a TV e o controle é impressionante, como mostra o seguinte vídeo:

Quando ao Wii U em si, a Nintendo não revelou muitos detalhes sobre suas características, mas sabe-se que o console suportará imagens em full HD e terá jogos mais “sérios”, numa possível tentativa de agradar não só jogadores casuais como também aqueles mais assíduos. Mas, é claro, tudo depende essencialmente da qualidade dos jogos. Entre os títulos já anunciados estão: Tekken, Assassin’s Creed, Battlefield 3 e Ninja Gaiden 3. Nada mal!

Wii U – Imagem por Nintendo

Wii U – Imagem por Nintendo

Sabe-se também que o Nintendo Wii U terá memória Flash interna, entrada para cartões SD, compatibilidade com HDs externos, quatro portas USB 2.0, saída HDMI e suporte para até quatro joysticks, inclusive o Wiimote e outros acessórios do Wii. Do processador, a informação existente é a de que se trata de um chip da IBM. A GPU, por sua vez, é um AMD HD Radeon de modelo ainda não revelado. A mídia óptica não foi abandonada: aparentemente, a Nintendo utilizará um disco de 25 GB, possivelmente uma variação do Blu-ray. Sim, também será possível obter games via download.

Preço? Nada definido ainda, mas a Nintendo não nasceu ontem, então certamente teremos um patamar competitivo. Disponibilidade? Nada também. Apenas se sabe que a Nintendo pretende lançar o Wii U em 2012, provavelmente no segundo semestre.

Referências: Nintendo, IGN, XbitLabs, Kotaku.

Emerson Alecrim

3
comentários