Sony com “medinho” do sucesso do Eee PC

O fato do Asus Eee PC ser pequeno no tamanho, mas gigante nas vendas, é um sinal claro de que estamos diante de um novo e promissor segmento do mercado de computadores portáteis: o de UMPCs (Ultra Mobile PC). Atualmente, a Asus colhe os frutos de ter apostado com firmeza em um tipo de produto que tinha atraído pouca ou nenhuma atenção dos principais players do mercado, entre eles, Dell, Toshiba, HP, Acer e Sony.

Diante do triunfo da Asus, é natural acreditar que, se não todos os concorrentes, ao menos alguns lançarão produtos para competir com o Eee PC. A HP, muito provavelmente, é uma dessas empresas, pois em meados de fevereiro (2008) surgiram as primeiras notícias de um UMPC denominado HP Compaq 2133. No entanto, há também quem tenha reagido como se tivesse diante de uma bomba prestes a explodir:

“Se o Eee PC da Asus for um sucesso, nós todos teremos problemas, vamos rolar ladeira abaixo.”

Eee PCEssas foram palavras ditas por Mike Abary, vice-presidente da divisão de produtos para TI da Sony, durante o evento Open House, promovido anualmente pela companhia. A declaração dá a entender que a Sony não está preocupada com o Eee PC em si, mas com o sucesso do mercado de computadores de porte pequeno e de baixo custo.

A gigante japonesa tem apostado alto em sua linha Vaio, tendo lançado até notebooks pequenos, como o modelo VGN-TZ270N/B e UMPCs, como o modelo VGN-UX490N/C. Acontece que esses dois produtos não concorrem diretamente com o Eee PC (assim como outros similares), já que contam com uma combinação de hardware poderosa e custam muito mais que o pequeno notável da Asus: cada um sai por 2.499,99 dólares nos EUA, enquanto que o Eee PC de maior configuração custa, em média, 399 dólares. Assim sendo, a Sony tem duas opções: ou investe pesado no desenvolvimento de produtos similares ao Eee PC, tal como a HP está fazendo, ou assiste aos acontecimentos desse nicho de mercado de longe.

Se desenvolver produtos de baixo custo significa fazer produtos menos sofisticados, a Sony realmente tende a se preocupar, pois tal idéia é um contraste aos ideais da linha Vaio. Isso leva a crer que a Sony continuará vendo tudo da platéia, mas fazendo figas para que o jogo acabe sem nenhum vencedor…

Para saber mais sobre o Eee PC, acesse este review.

Referências: The Inquirer, Crave.

Emerson Alecrim