Seagate: 24 bytes de discórdia

A Seagate Technology, uma das maiores fabricantes de discos rígidos do mundo (para não dizer a maior), está enfrentando uma curiosa “dor de cabeça”: a empresa está sendo obrigada a devolver aos compradores de seus HDs um valor equivalente a 5% de cada unidade vendida. O motivo? A discrepância entre kilobytes de 1000 bytes e kilobytes de 1024 bytes…

Em resumo, o que acontece é o seguinte: os sistemas operacionais consideram 1 kilobyte como tendo 1024 bytes, e assim se segue com megabytes, gigabytes, terabytes, etc. No entanto, os fabricantes de HDs tomam essas medidas com base no número 1000, ou seja, 1 kilobyte é igual a 1000 bytes, 1 megabyte é igual a 1000 kilobytes, e assim por diante. Como conseqüência, se você comprar, por exemplo, um HD que, segundo a embalagem, tem 200 GB, seu sistema operacional vai dizer que ele tem 186,26 GB.

Ao descobrir essa diferença, um grupo de quatro americanos entrou com um processo contra a Seagate nos EUA, em 2005. Para encerrar o processo, a empresa se comprometeu a devolver a qualquer comprador 5% do valor pago por cada HD. Para isso, é necessário ter comprado o dispositivo entre 22 de março de 2001 e 26 de setembro de 2007, preencher um formulário e enviá-lo à Seagate. Como alternativa ao pagamento, o reclamante também pode optar por receber um software de backup.

Como é de se imaginar, essa medida vale apenas para residentes nos EUA. Se a ação ao menos forçasse a indústria a adotar um padrão único de medidas, já seria um bom motivo para comemorar, mas, pelo jeito, continuaremos a conviver com essa diferença de 24 bytes por muito tempo…

Referência: ZDNet UK.

Emerson Alecrim





7 comentários:

  1. Sergio Clemente


    Pois é, nunca achei correto as marcações de capacidade dos HDs…

    É tão mais fácil adotar o padrão de 1024…

    FALOW !

  2. Alan Carvalho


    E como já havia de imaginar, isso é válido apenas nos Estados Unidos, grande coisa.

  3. Wilerson


    E eu pensando que ia poder descolar alguma coisa pelo meu HD de 120 GB 114 GB.

  4. Rafael Ferraz


    ja existe um padrão.. os sistemas operacionais (windows geralmente) que não usam.. um kilobyte são 1000 bytes realmente.. um kilibyte ou KiB que são 1024 bytes.. as empresas produtoras de hd deveriam ficar espertas e colocar em kilibytes ou os 2 valores..

  5. Emerson Alecrim


    Rafael, pelo o que eu saiba, o nome correto é kibibyte e não kilibyte.

  6. Blog do Prof. Walter Cunha » Seagate: 24 bytes de discórdia


    […] Fonte: Blog Infowester […]

  7. InfoWester Notícias » » Creative terá compensar clientes por capacidade “errada” de MP3-players


    […] verdade, essa é uma questão confusa e que já envolveu outras empresas, como a Seagate, em 2007. As embalagens dos produtos informam a capacidade dos aparelhos considerando 1 kilobyte com sendo […]