Primeiro vírus faz 20 anos

Os principais sites de tecnologia estão noticiando o “aniversário” de 20 anos do primeiro vírus de computador: o Brain. Criado em janeiro de 1986 (não se sabe o dia exato), esse vírus se propagava por disquetes, razão pela qual sua propagação era muito lenta. O Brain não tinha nenhuma ação específica, era apenas capaz de se espalhar e isso o caracterizou como vírus. A primeira praga a ter carga maliciosa foi o Elk Cloner, que afetava os computadores Apple II. Tratava-se de um vírus de boot, cujos sucessores eram até mesmo capazes de inutilizar o computador.

Os vírus de computador só começaram a atingir uma grande quantidade de máquinas com o surgimento da internet, sendo até o hoje o e-mail a principal forma de propagação. Se comparado com as primeiras pragas, cuja disseminação podia demorar meses, hoje um vírus é capaz de contaminar milhares de computadores em poucos minutos.

A pergunta que muitos fazem é como será a ação viral daqui a 20 anos. Para sabermos, é necessário conhecer até onde os próximos vírus poderão chegar. Se considerarmos as chances dos computadores estarem em tudo o que nos cerca daqui a 20 anos, a descoberta pode ser preocupante.