Paraguai cogita bloquear o Orkut

Bloquear o Orkut?Se já não bastassem os problemas freqüentes enfrentados no Brasil, agora é a vez do Google enfrentar denúncias contra o Orkut no nosso vizinho Paraguai. O governo do país investiga em torno de 50 queixas de usuários que afirmam que seus perfis foram clonados para serem ridicularizados. Em boa parte dos casos, fotos dessas pessoas foram alteradas para zombar de seus aspectos físicos ou de suas escolhas sexuais.

Em face disso, membros da Comissão de Prevenção de Violência Juvenil e da Convivência Cidadã do Paraguai estão analisando medidas para combater o problema. Uma das opções levantadas por María Teresa Martínez, representante do Ministério Público paraguaio, é a de bloquear o acesso ao Orkut no país até que o Google ofereça meios mais seguros para sua utilização.

Todavia, integrantes de uma associação de usuários de internet paraguaia afirmaram ao Ministério Público que o bloqueio ao Orkut não é a solução mais adequada ao problema, já que os infratores poderão cometer delitos semelhantes em outros sites de redes sociais. Por conta disso, entregaram aos representantes do Ministério um documento que propõe medidas para identificar os responsáveis por tais práticas, entre elas, o rastreamento por IP.

Apesar de ainda haver a possibilidade do governo paraguaio bloquear o acesso ao Orkut, fiquei contente em saber que os estudiosos do caso entendem que a origem do problema está no comportamento dos usuários infratores e não necessariamente no Orkut. Mas, quem sabe o Google não ofereça meios que permitam apurar as denúncias mais rapidamente, assim como já acontece no Brasil?

Referências: Google.dirson, PPN.

Emerson Alecrim